Namorando outras pessoas

“Quando eu tinha 23 anos, eu me assumi bissexual para ele e para outras pessoas próximas e decidimos mudar nosso estilo de vida Depois de entender minha bissexualidade e sentar com meu marido para conversar sobre nosso relacionamento, decidimos que podíamos abrir nosso relacionamento para nos relacionar com outras mulheres', conta. As outras pessoas se sentirão no direito de fazer perguntas sobre como é namorar um bissexual. Podem até expressar abertamente sua descrença na legitimidade de seu relacionamento ou mostrar níveis inapropriados de surpresa e pessimismo. Estas pessoas têm uma concepção antiquada e velha sobre relacionamentos e não merecem atenção. Se você escuta mais o que as outras pessoas dizem do que o seu coração, pode não existir mais amor no namoro e você nem sequer percebeu isso. Portanto, dê menos ouvido aos parentes e amigos ... É natural sentir atração por outras pessoas, estando namorando ou não. Estar num relacionamento nunca impediu ninguém de sentir atração por outros. Que fique claro: sentir atração é uma coisa. Fazer alguma coisa em relação a essa atração é outra completamente diferente. LIVROS • RESENHA AS OUTRAS PESSOAS – C. J. TUDOR RESENHA 06 agosto, 2020 por Carol Nery “As Outras Pessoas” é o terceiro livro da (minha tão amada) autora C. J. Tudor. Ele saiu em primeira mão no Clube de Assinatura da Intrínseca, o Intrínsecos.Desde então, estou eu aqui, ansiosa para ter em mãos essa obra – e feliz por essa parceria de sucesso com a editora! Como Namorar Uma Garota Que Tem Herpes. Provavelmente, você vai sair com alguém com herpes em algum momento de sua vida. Esse vírus é comum; cerca de 90% dos adultos foram expostos ao HSV-1, enquanto uma entre seis pessoas de 14 a 49 anos... Quero que meu marido conheça outras pessoas. Relacionamento. Oi galera. Sem muita enrolação aqui: Eu (25) Não sou monogâmica. Sou casada há quase 5 anos com um homem (32) e estou namorando outro (25) há um ano. Os dois se dão bem, meu relacionamento com os dois está ótimo e etc etc. Até onde é normal? Não é porque você está namorando, que você deixou de achar outras pessoas bonitas ou interessantes. É total normal admirar outras pessoas, o problema só aparece quando isso se torna algo maior do que só admiração e você se vê pensando demais nesta outra pessoa. “Isso pode ser um sinal de que o namoro esteja precisando de atenção.”, comenta a psicóloga ... estou namorando uma pessoa pensando em outra Eu estou namorando a mais de um ano com uma garota que conheci pela internet, depois de 3 meses á distancia eu viajei do meu estado MT para o dela em SP para conhece-la pessoalmente ela e sua familia, a gente se gostou e prosseguimos com o relacionamento...

Eu fui a babaca?

2020.09.24 14:09 h3llokitty_ Eu fui a babaca?

Olá Lubixco,papelões,gatas galáticas,leitores e possíveis convidados.Hoje vim lhes contar uma história de uma amizade de quarentena que durou por volta de cinco meses e que me marcou muito.
Para passar o tédio da quarentena,eu acabei entrando em um server do discord de um amigo meu e acabei conhecendo o Carls que mais tarde viria a ser um grande amigo pra mim.
Conversa vem,conversa vai e Carls acabou gostando muito de mim,mas naquele momento eu não sentia nada pra ele ent eu o deixava na friendzone,contudo ele era alguém que eu considerava muito e eu contava todos os meus sentimentos pra ele.
Infelizmente eu não sabia como lhe ajudar com as suas questões emocionais também,ent não havia uma certa reciprocidade da minha parte,mas não porque eu não queria,era pelo fato de estar realmente mal e não saber lidar com problemas alheios.
Um tempo depois eu acabei me dando conta que estava ficando afim dele,então eu contei pra uma amiga que também tinha contato com ele.Logo depois disso eu resolvi contar oque eu sentia,só que ele meio que me desprezou sendo que algumas semanas atrás ele dizia que me amava ent eu agi de forma impulsiva e acabei ofendendo ele,cortamos contato.
Apesar de ser cabeça dura eu realmente sei quando estou errada,então corri atrás dele,mandei mensagens e de tanto insistir ele me respondeu.Tivemos uma conversa longa e ele me ofendeu bastante dizendo que eu fazia de tudo pra aparecer,que sou uma pessoa tóxica,que as pessoas estão cansadas de mim,que só tenho amizades rasas e etc.Depois disso tudo,ele me falou que estava namorando aql amiga que citei lá em cima,eu fiquei putassa e decidi realmente me afastar.
Passou um tempo e eu fui conversar em um grupo de amigos que eu tinha e as pessoas de lá conheciam ele também,me contaram que tudo que ele me criticou estava se referindo a ele mesmo,sinceramente fiquei extremamente feliz de ouvir isso da boca de outras pessoas,pq as coisas que ele disse me machucam até hoje...Enfim,eu fui a babaca?
obs:contei de forma bastante resumida kkk
submitted by h3llokitty_ to TurmaFeira [link] [comments]


2020.09.24 05:14 HondyS Historico de merdas até 2014

Não tem jeito poético ou "bom" de começar a falar sobre a própria vida como se ela fosse algo surpreendentemente interessante, ou triste.
Então vou começar do começo:
Algum dia no ano de 2007
Quando se trata de "primeira memória" eu não sei o que vem na cabeça das pessoas, por isso eu acho importante citar a minha memória mais lúcida e mais antiga, antes que ela suma da minha cabeça que nem tudo que veio na sequência dela.
Me lembro de ter sido a primeira e última vez que me vi brincando com minha mãe.
Estavamos no terreiro da casa da minha avó, brincando na terra com alguns carros que eu tinha, ela sentada num tijolo e eu sentado no chão, que era basicamente terra com mato.
Me lembro de vê-la sorrir antes de ser chamada por minha avó para resolver alguma coisa, ela me deixou brincando sozinho.
Aquela foi a primeira vez que eu me senti amado, mesmo que por pouco tempo. Eu queria muito lembrar de muito antes disso, e na verdade até lembro, mas são fragmentos distorcidos demais para se chamar de "lembrança" de fato.
2008
Considero esse ano o mais marcante da minha vida, por alguma razão eu sinto que MUUUIITA coisa aconteceu em 2008...
Eu lembro de ter amigos, de brincar com eles todos os dias, de me sentir trocado quando eles brincavam com outras crianças, de me sentir sozinho quando minha mãe ia trabalhar na cidade vizinha..
Eu sentia tanta coisa pra um moleque da minha idade, mas todos os sentimentos tristes iam embora quando algo feliz acontecia. Lembro de ter ganhado uma bola gigante que um cara passou vendendo, com um suporte de ferro gigante junto de um carrinho, haviam dezenas de bolas iguais e eu havia ganhado uma delas. Meu avô havia me dado.
Lembro dele ser muito bom pra mim, ele é assim com todos os netos dele, e se eu possuo uma memória ruim daquela época com ele eu prefiro esquecer, provavelmente eu fui danado demais e mereci levar algumas reclamações, ou talvez uma chinelada... Não sei dizer o que realmente aconteceu, mas como uma criança eu nunca deixei de amar ninguém por isso, as vezes passamos do limite em sermos chatos né.
Hoje em dia eu costumo olhar do passado e culpar essa criação como a principal fonte dos meus sentimentos reprimidos, do meu ódio.
Talvez tenha sido isso mesmo, mas 2008 não foi so onde meu ódio nasceu. 2008 foi quando eu descobri os principais sentimentos humanos e a natureza deles. Eu descobri que gostava de Garotas ao me aproximar da minha prima bobona. Eu percebi que eu estaria sempre sozinho se eu fosse depender dos meus amigos. Eu aprendi que eu não devia confiar nem mesmo em quem dizia ser minha família. Também aprendi o que é perder alguem... e aprendi que quem tem um pai presente, tem muita sorte.
Muito mais coisa aconteceu em 2008, se eu fosse fazer um "não-resumo" de tudo, seria grande demais, vamos pular para os anos seguintes que originaram meus principais traumas psicológicos e físicos.
2010 - 2014
Estava tudo ocorrendo normalmente e eu aparentemente cresceria como uma criança normal e fragilizada devido a criação precária em relação ao meu psicológico, pois para minha mãe, só ter comida na mesa bastava, e eu não culpo ela, que pais se importam com a saúde psicológica dos filhos? Se você não é um aleijado, eles não estão nem ai.
Mãe achou que era uma boa ideia por um homem na nossa vida depois que meu pai parou de ser uma opção definitiva. Foi ai que conheci meu futuro padrasto e fruto do meu ódio. Vamos chama-lo de "Merdastro" em homenagem a Chloe.
(Aquela personagem de life is strange, que você talvez conheça)
Meu Merdastro fisgou minha mãe como uma garrafa de farofa atraí uma Piaba. Ela mal conheceu ele e já estava namorando, não demorou muito pra eles se juntarem numa casa só e minha vida virar um inferno.
Como todo Merdastro, ele começou amigável no começo, me tratando como se eu fosse o irmão mais novo dele, afinal ele só tinha 18 anos, era quase a idade pra ser meu irmão mesmo. Mas com o passar do tempo ele revelou sua verdadeira face.
Ele era um filho da puta que implicava por qualquer motivo e que enchia a cara sempre que podia pra fazer confusão dentro de casa, e quando ele brigava comigo, mãe estava sempre do lado dele pra apoia-lo. Isso me feria profundamente pois eu amava ela demais, e vê-la me ignorar para seguir aquele maníaco me fazia ficar muito pistola. Um dia por que eu não parava de chorar devido a ela não me deixar sair de casa, ela resolveu que seria uma boa ideia me bater com uma corda molhada, isso por que meu padrasto me mandou calar a boca diversas vezes e eu continuei chorando.
Talvez para ele não me bater, ela se colocou no lugar. Talvez ela se arrependa, pois ela nega até hoje e diz que eu inventei isso, porém NÃO.
Nesse dia depois de levar uma surra e ficar com as costas marcadas, eu pulei a janela de casa e em seguida o muro, corri pra casa da minha avó em busca de abrigo e mãe foi me buscar logo depois, ela discutiu com meu avô mas logo isso passou batido como qualquer problema familiar comum.
Os anos foram passando e meu padrasto se tornava ainda mais cuzão, eu evitava ficar muito tempo em casa, então eu tava sempre na rua brincando com meus amigos, fazendo o possível pra me divertir antes de ter que encarar um inferno quando voltasse pra casa. Por sorte meu Merdastro era Crediarista então uma parte do mês eu só tinha que aguentar mãe no meu pé, e ela era mais amorosa quando ele não estava por perto, mais calma... É isso que chamam de amor, porra?
Eu aproveitava pra caralho brincando com meus amigos na época, vou chama-los por codinomes pra evitar expor eles.
Eramos cinco no total:
Absorvente
Macaco
Tijela
Hentai
Cachorra
SIM VADIA ESSA ERA MINHA CREW
Iamos pra de trás da casa de Hentai para brincarmos nos cajueiros, que era tipo mato, arvores fáceis de subir, nosso esconderijo e base do "clube", chamemos assim. Naquela época eramos todos crianças burras e ingênuas, passavamos o dia e a noite toda fazendo merda. Já ficamos presos em cima de uma arvore por que um boi ficou em baixo dela e não nos deixou descer. Já fizemos armas com canos e bexigas, essas que atiravam feijão. Lembro de mãe ficar puta comigo por que eu desperdiçada um saco de feijão brincando de "call of duty" na rua com eles, já quase ceguei Macaco com um tiro de feijão na fuça, bons tempos.
Eu poderia contar como conheci cada um deles mas eu acho isso bem chato então vamos de timeskip.
Um ou dois anos depois de tudo isso, meu padrasto chegou bêbado em casa e quis dar uma surra em mãe na minha frente, mas ele estava tão tonto que só quebrou uma mesa de vidro em vez disso. Mãe usou alguma artimanha de mulher (vocês sabem o que é) e conseguiu leva-lo pro quarto, fazendo-o dormir.
Logo depois disso nois dois pulamos a janela e fomos ate a casa da minha avó procurar ajuda. No dia seguinte ele foi preso.
Porém minha alegria durou pouco, mãe retirou a queixa um dia depois. Ela se separou dele depois disso.
Nos mudamos para uma casa diferente e aparentemente mãe havia se tornado uma solteirona cachaceira cheia de amigas piriguetes, essa época foi reveladora pra mim em quesito PUTARIA, pois essas amigas de mãe falavam muita merda e as vezes eu era obrigado a ouvir. Uma delas vendia produtos eróticos, tipo lubrificantes, calcinhas comestíveis e remédios para velhos-casados-broxas poderem levantar o pinto. MEU DEUS COMO ESSAS COISAS (exceto o lubrificante) eram vergonha alheia.
Até ai tudo bem, mãe saia para beber e me levava junto pra todo bar e festa, que eu soubesse ela não se envolvia com ninguém. Por que... ADVINHA, PLOT TWIST: ela ainda gostava do Merdastro.
Uma noite ela resolveu trazer ele pra nossa vida de novo, quando eu implorei chorando pra ela não fazer isso, ela me mandou calar a boca. E subiu com ele pra fazer vocês sabem o que. E eu tive que me contentar com o barulho deles e meu choro de fundo.
Foi nessa época que meu ódio começou a ser cultivado pra valer.
Não acabou ainda, até 2014 tem chão...
Não citei antes, mas um problema me incomodava já fazia um tempo. Eu tinha um tumor ósseo na lateral do meu joelho, ele aos poucos estava me impedindo de ser alguém fisicamente ativo, por "sorte" ele era benigno e não iria se espalhar e me matar. E também por "sorte", era muito raro e ninguém sabia como resolver. O diagnostico foi que eu não poderia retira-lo até parar de crescer, pois iria deixar minha perna maior que a outra. Eu estava condenado a viver com aquilo me limitando por alguns anos, e foi ai que perdi minha única forma de escapar de casa pra me divertir.
Sem poder correr, pular, chutar ou escalar, eu vivia dentro de casa jogando no computador e aguentando os surtos de mãe.
Sempre que eu tentava ignorar meu tumor e correr, eu sentia uma forte dor aguda, como se alguem tivesse acabado de moer meu joelho num triturador. Era horrível e não desejo isso pra ninguém.
Pra piorar tudo, não passamos um ano sem o babaca, e não bastou pra mãe transar com ele escondido, ela resolveu aceitar o pedido de desculpa dele e repensar o relacionamento dos dois.
Ele levou a gente numa pizzaria para se desculpar e pedir perdão. Ele chorou pra gente enquanto prometia melhorar. Enquanto mãe chorava com ele, tudo que eu fazia era observar com um olhar de "Pff, patéticos"
Como eu não tinha opinião ali, Não importava o que eu fizesse, ela iria aceita-lo de volta. Quando eu cheguei em casa depois daquilo eu gritei muito com ela.
Ela me disse: "quando você amar alguem um dia, você vai me entender"
Isso pode ser qualquer coisa, por mais estúpida que seja, mas amor não era. Infelizmente por uma decisão egoista dela, eu seria obrigado a passar pelo exato mesmo inferno de novo.
Mais tarde em 2014
Ano desgraçado né? Espera só.
Algum dia eu continuo isso.
submitted by HondyS to desabafos [link] [comments]


2020.09.22 06:06 britojp QUANDO EU ACHO QUE ELE VAI PARAR, ELE CONTINUA

É isso, meu pai tá cada vez mais insuportável, ninguém aguenta, chega uma da manhã do bar mandando eu dormir, sendo que dormindo 2 da manhã, eu acordo cedo, e ele ainda acorda falando que eu não faço nada e já mandando eu encher as garrafas d'água, ainda xinga a gente todo dia, dps que eu olhei no app da carteira de trânsito e falei pra minha mãe que tinham duas multas na mesma avenida, ela falou pra ele e ele ficou bravo e falou que é porque ela sai pra bater perna e pra ficar namorando, sendo que é pra usar o banco 24 horas da padaria, e aquela avenida também tem lugar pra comer e outras agências, ela vai lá todo dia, sendo que quem traiu ela com mulher do bar foi ele, Jean, amigo da minha mãe da academia, chamou ela no portão pra eles irem. A noite ele já reclamou, sendo que o coitado é gay e ainda tá na faculdade, minha mãe tem 48 anos. Hoje mesmo, vou falar em frases pra resumir rápido, tava com o telefone da minha mãe e fui olhar a fatura do cartão no celular pq ela pediu, e tava lá a fatura vencida há 10 dias, e como ela não me escutou e investiu de forma errada o dinheiro que ela tinha, pediu dinheiro emprestado pra pagar a fatura amanhã, sendo que era só ele sacar e dar pra ela ou ir fazer uma transferência, SÓ. Aí dps ele começou a gritar feito um animal, empurrou minha mãe, e bateu a porta da marcenaria, o Loro, meu irmão, até voou do ombro da minha mãe (é um papagaio), isso gritando que ia fuder ele, que ia sujar o nome dele, sendo que sacar dinheiro ou transferir não suja nome, qualquer pessoa com senso sabe disso. Dps minha mãe fez eu ir com ele transferir pra conta dela, o banco do posto perto de casa não tá funcionando, o do outro posto tá dando "limite de saque excedido", dps a gente foi no shopping tentar lá, e pouca gente sabe mas a tela dos bancos 24 horas já é protegida contra isso, eu fiquei do lado dele, meio atrás, e a tela tava toda embaçada, e mesmo assim ele: "DÁ LICENÇA", aquela hora me deu vontade de ir no restaurante do shopping, pegar uma faca, e matar ele na frente de todo mundo, e semana passada eu fui com a minha vizinha no banco do posto pra sacar o auxílio dela, e um cara que tava atrás da gente, perguntou se eu ajudava ele a sacar pq ele não sabia, parecia ter menos de 25 anos, e eu ajudei normalmente, ele não ligou de eu estar na frente dele o ajudando, e ainda ele mesmo, me deu a senha pra colocar no caixa, um cara que nunca me viu na vida confiou mais em mim do que o desgraçado que diz ser meu pai, e ele já fez isso no mercado, deu uma olhada pra trás normalmente e minha cabeça voltou, dps no carro indo embora ele falou que eu tava olhando a senha do cartão dele, isso faz 2 anos, eu nem sabia passar cartão, só ajudava minha mãe a entrar no app do banco, nem isso eu sabia fazer direito ainda, e tudo é assim, briga sempre por causa de dinheiro ou quando minha mãe sai. Eles separaram faz de 6 a 8 meses, e aquele corno fala que vai sair de casa e não sai, ninguém mais aguenta ele, não vou mentir não, minha mãe não é 100% perfeita mas eu amo ela.
Se alguém quiser saber (oq eu duvido), eu sou homem, 13, minha mãe tem 48, e meu pai 55 anos. (Escrevi "pau" sem querer e o corretor corrigiu pra "pai", Graças a Deus). E desculpa pela história longa.
submitted by britojp to desabafos [link] [comments]


2020.09.21 20:56 jujubadejurubeba A frustração do término de um relacionamento de longos anos (6)

Eu sei que não deveria me sentir assim, até por ter sido um término maduro, acordado entre ambas as partes como sendo o melhor, amigável, mas me frustra sentir como se tivesse desperdiçado 6 anos da minha vida em um relacionamento que não deu certo.
Foram anos de aprendizado, nós nos amávamos muito, confiávamos um no outro, havia diálogo de sobra, éramos companheiros, cúmplices, o sexo era incrível, mas éramos tão, tão diferentes que chegávamos ser incompatíveis. Fora que a vida parecia sempre nos levar em direções opostas e nós mesmos sempre aspiramos ter conquistas diferentes.
Eu queria que tivesse dado certo e fiz do possível ao impossível para que desse e isso me tranquiliza. Mas aprendi também que só o amor não é suficiente para sustentar uma relação. É preciso muito mais que isso. É preciso, sobretudo, compatibilidade.
É lindo ouvir que os opostos se atraem e podem, sim, se atrair. Mas não quer dizer que irão caminhar por uma trilha lisa e desimpedida, sem pedras e demais obstáculos ou sem conflitos.
Foram 6 anos de adaptações, mudanças, mas o quanto mais teríamos de mudar até que deixássemos de ser quem somos pelo outro? Eu não estava disposto a perder quem sou por alguém. Sou a única coisa que tenho, a mim pertenço. Não seria justo deixar de acordar sempre sorridente, cantarolando, esbanjando simpatia, de dançar alegre pelos mínimos acontecimentos porque para ele parecia exagero e incomodava. Ser assim sempre me escreveu histórias felizes, conquistou grandes amizades e fez memórias tão lindas!
Eu mereço alguém que se divirta e ria comigo, que veja e queira viver o melhor da vida comigo. E ele merece alguém que seja como ele e faça feliz como ele merece ser também, mas essa pessoa definitivamente não sou eu.
Estávamos noivos, ele insistindo para que nos mudássemos juntos e marcássemos a data do casamento logo, assim que uma vacina fosse anunciada e essa pandemia erradicada, mas eu não pude. Se namorando já estávamos infelizes, em descompasso, imaginem casados?!
Já tenho amigas me dizendo para tentar conversar e, pós-pandemia, permitir conhecer outros rapazes, mas não sei se estou disposto. Não ainda. Acredito que tenho de passar alguns meses cuidando de mim para mim mesmo, recordando de quem sempre fui e pretendo continuar sendo e definindo tudo aquilo que estou disposto a entregar alguém outra vez e o que sei que mereço receber de volta.
Como disse, não estou triste como pensei que fosse estar me sentindo agora. Estou frustrado. E espero que essa frustração não desenvolva em mim uma aversão a relacionamentos pelo medo de me envolver, entregar demais de mim, para no final ter sido tudo em vão (outra vez).
submitted by jujubadejurubeba to desabafos [link] [comments]


2020.09.20 19:12 agente_infiltrado Talarica de plantão

(Antes de tudo, essa história n é minha, mas eu tenho permissão para postar, e ela vai ser escrita pela minha amiga q presenciou tudo.)
Olá Luba, Luna, Luno, editores, gatas, turma e possível convidado, irei contar algumas histórias q aconteceram, todas envolvendo a "Raynara" a maior talarica q já vi, então vamos lá.
-Um dia, Carlala se apaixonou por Carlolo (desculpe a falta de criatividade), eles começaram a se aproximar, e chegaram a conclusão de q os 2 estavam apaixonados, quando estavam quase namorando, Raynara descobriu repentinamente q estava apaixonada por Carlolo, apesar de nunca terem se falado (o amor é lindo 😭❤), ela começou a conversar com Carlolo, ela falava coisas pra ele (ninguém além deles sabe o q era mas sabemos q coisa boa n era), ela ficava se exibindo pra ele, fazia chamadas de madrugada e tals, Carlala descobriu o "caso" deles, o garoto disse q n queria mais nada com a Carlala, então Raynara e ele começaram a namorar, no recreio eles ficavam conversando, se beijando, ela sentava no colo dele, rebolava... Depois de 2 semanas terminaram.
-Outra vez, Monalisa GRANDE AMIGA de Raynara começou a gostar de Anlelé, sua paixão aumentava a cada dia, a talarica então, resolveu humilhar Monalisa todo dia, fazendo ela se sentir um lixo, q n merecia Anlelé. Seu amor foi diminuindo, então Raynara foi se aproximando de Anlelé, toda chance q ela tinha de mostrar os peitos e a bunda pra ele, ela mostrava, mas ele n deu moral pra ela, sempre tentava afastar ela. Raynara diz q namorou com ele, mas nada indica isso.
-Anabele, uma manipuladora, mentirosa, entre outras coisa, é amiga de Raynara, e ela sempre foi extremamente apaixonada por Feijoao, desde q viu ele pela primeira vez, ele também é apaixonado por Anabele. Raynara, só de ouvir sua amiga falar de Feijoao já se apaixonou, mas ele e Anabele só se conheceram pq participam de um grupo de teatro, então Raynara fez o q? EXATAMENTE, ela começou a fazer teatro só pra fazer uma talaricagem, ela conseguiu, começou a namorar Feijoao, porém, se lembram q Anabele n é flor q se olhe? (Eu sei q o correto é "flor q se CHEIRE", mas ela N É FLOR Q SE OLHE E PONTO FINAL!), ela convenceu Feijoao a iludir Raynara, ela caiu q nem patinho. Raynara descobriu, e agora fica se vangloriando pra Anabele q pelo menos eles namoraram, se beijaram e tals.
-Em meados de 2014, Polly começou a gostar do Meia, n rolou nada entre eles, e ela deixou de goxtar dele, em 2015, Raynara começou a frequentar a msm escola q Polly, elas viraram amigas, e de alguma forma Raynara ficou sabendo q Polly "estava" apaixonada por Meia (contaram a fofoca direitinho 👌), em menos de 3 semanas Raynara começou a namorar com Meia, era um relacionamento estranho, eles conversavam pelo WhatsApp como um casal, mas na escola ela ficava evitando ele é tals, mas n era pq ela tinha vergonha de descobrirem q eles namoravam, na vdd ela queria deixar claro pra toda a escola q eles estavam juntos (¿¿¿), e quase toda semana Raynara perguntava pra Polly se ela estava gostando do Meia, a amiga dizia q não, e Raynara apresentava ficar trixti com isso, então ficava dizendo pra Polly q Meia era incrível, era a melhor pessoa do mundo e Blá-blá-blá. Após TRÊS anos de namoro, o relacionamento deles ia de mal a pior, toda semana eles terminavam e voltavam. Em um dos raros dias em q eles n estavam separados, Raynara, Polly e outra garota estavam fazendo um trabalho escolar, Raynara começou com um papo estranho sobre o seu namoro, até q Polly disse q n gostava do namorado da "amiga", Raynara com uma cara de decepciona e indignada começou a questionar ela sobre isso:
"Como assim vc n gosta dele?!"
"É sério isso?!"
"Vc n tá apaixonada por ele?!"
"Vc n acha ele bonito?"
"Como assim vc n quer ficar com ele?!"
Polly disse de novo q n, q n queria ficar com o namorado de Raynara, a talarica continuou com cara de decepcionada, ficou claramente triste, e ficou com cara de choro (???), a outra garota começou a consolar Raynara, dizendo coisas bizarras, como "ain, eu n penso isso", "eu nunca falei isso aí", e outras coisas, deixando claro q ela pegaria o namorado da amiga, cês tão ligado q pra CONSOLAR A AMIGA ELA DISSE Q FICARIA COM O NAMORADO DELA, e pra piorar, isso funcionou como consolo, uns 3/4 dias depois, Polly viu Raynara super feliz, ela se aproximou e Raynara disse toda alegre q havia terminado definitivamente com o Meia, no meio do papo, ela percebeu q "precisava" fingir estar trite, então fez cara de pobre coitada desolada, mas qualquer um percebia q era mentira. Depois de uns tempos Polly e outras amigas dela chegaram a conclusão de q Raynara só estava com o Meia pq ela "descobriu" q Polly era "completamente apaixonada" pelo garoto.
-Essas são as histórias mais interessantes, o resto (q eu fiquei sabendo) são simplesmente ela ficando com o chush da "amiga" msm.
Edit: Um fato (talvez) importante, um ano a Raynara começou a namorar um garoto mais novo, e as turmas estavam participando de uma gincana, o namorado dela começou a postar fotos do time (turma) dele, fotos com todo mundo, realizando atividades, fotos com amigos... e uma dessas fotos era com a amiga dele (Carls), quando a Raynara viu aquela foto ela começou a surtar, fazer escândalo, chorar desesperadamente, e dizer q a guria era uma talarica e ia ficar com o garoto. (Ela disse isso pq a menina tinha ficado com o crush da colega dela, essa colega nem conhecia a Carls)
submitted by agente_infiltrado to TurmaFeira [link] [comments]


2020.09.19 21:37 niallwhore Meu ex namorado estragou tudo e esse foi o maior favor que ele já me fez!

Segura que lá vem o textão com meu relato e uma mensagenzinha motivacional pra quem ta sofrendo por quem não te merece. :}
Esse ano eu conheci um rapaz por quem me apaixonei muito. A gente namorou por 5 meses e tivemos um relacionamento extremamente abusivo: ele me acusava constantemente de traição, não queria passar os finais de semana comigo, me agredia verbalmente, era obcecado com instagram e vivia brigando comigo por coisas fúteis relacionadas a redes sociais, não deixava eu ter amigos, não me avisava com antecedência quando ele ia sair pra visitar a amiga dele, sempre brigava comigo, ficava bravo quando eu comprava coisas pra mim, colocava palavras na minha boca, não confiava em mim nunca, ficou do lado do cara que me abusou psicologica e fisicamente - ao invés de acreditar em mim, ele ficava jogando essa história na minha cara como se eu tivesse culpa, além de tudo ele tinha CIÚMES do cara que me abusou. Enfim, comi o pão que o diabo amassou.
Foram 5 meses levando porrada, até que um dia ele desistiu de mim e terminou comigo. A justificativa dele era que eu ficaria melhor sem ele - ao invés de tentar trabalhar as coisas que estavam ruins, ele decidiu fugir. Ele terminou comigo umas 10 vezes enquanto a gente namorava e depois voltava atrás, mas essa última vez eu fui forte, peguei as palavras dele, aceitei o término e não voltei atrás.
Lidar com esse término tem sido extremamente difícil, porque eu ainda o amo demais, eu sinto falta dele todos os dias. Porém, desde que ele terminou comigo eu me apeguei aos meus amigos que se importam comigo, me reaproximei dessas pessoas e aprendi a ser um bom amigo novamente e estar ali pra eles.
Perder o direito de ter amigos quando eu namorei me fez valorizar muito mais as minhas amizades. É muito ruim e assustador não ter ninguém.
Estou passando por maus bocados, mas eu fico muito feliz de ver que não estou sozinho, sabe? De ter meus amigos e minha mãe me apoiando e me fazendo sentir como uma pessoa boa novamente (porque quando eu namorava ele fazia acusações tão graves sobre mim que saí me sentindo o pior monstro do mundo).
É bom demais desabafar com as pessoas próximas e não ouvir como resposta um “fica tranquilo que vai dar tudo certo” ou não me culparem por estar me sentindo mal e brigarem comigo igual meu ex fazia.
Eu estou podendo jogar videogame de novo, e não fico mais triste de passar os domingos sozinho, porque afinal eu estou solteiro, e ta tudo bem. Além de tudo, todo o espaço vazio que o fim do relacionamento deixou, eu estou usando para desenvolver projetos pessoais e profissionais, inclusive tenho uma amiga que ta me apoiando e me inspirando muito a explorar cada vez mais os meus potenciais.
Meu ex se arrependeu muito de ter terminado comigo e deixou claro várias vezes que faria de tudo pra me recuperar. Ele me disse que mudou, que se voltássemos a namorar tudo seria diferente, etc. Por mais atrativo que isso fosse, porque eu ainda o amava (e ainda o amo), eu fui forte e sempre tentava lembrar de tudo que eu fui forçado a deixar de lado porque ele mandou. Sem contar que o fato de ele ter me culpabilizado e me feito lembrar tantas vezes do abuso que sofri foi algo que eu não consegui perdoar.
Enfim, as semanas foram passando e depois de tantos surtos, indiretas injustas sobre mim que ele ficava postando nas redes sociais, entre outras coisas como o fato de ele ter ido brigar com uma amiga minha porque ela deu unfollow nele no instagram e de ele ter seguido um conhecido meu e dado block nele em sequência, as coisas foram acalmando um pouco. Ele parecia realmente estar mudando, e obvio que isso mexeu com meu coraçãozin de gado.
Embora não tivesse sido o bastante pra eu voltar pra ele, foi algo que me fez não querer afastar e tirar ele da minha vida. Eu deixei uma janelinha aberta pra ele entrar, caso se comportasse. E depois de vários dias que a gente estava se dando bem, eu decidi que iria acompanhar ele em um exame que ele ia fazer e ele falou que queria que eu fosse junto.
Eu fui acompanhá-lo e na hora de ir embora, ele disse que queria voltar pra mim e tal. Então eu conversei com ele durante horas com a maior honestidade sobre tudo que eu tava sentindo, e eu concluí a conversa dizendo a ele que se eu realmente sou o amor da vida dele e se ele realmente estivesse mudando, o tempo eventualmente iria mostrar e a gente iria acabar ficando juntos se fosse para ser. Ele disse que estava disposto a deixar o tempo mostrar que ele estava falando a verdade, então embora a gente não tenha decidido se afastar de vez nem voltar, a possibilidade tava ali no ar caso ele quisesse agarrar.
A conversa foi na quarta-feira. Quinta-feira eu segui no instagram um amigo de longa data com quem eu havia perdido contato. Em um plot twist bizarro, meu ex uma duas horas depois desse follow veio querer tirar satisfação comigo referente a este amigo que eu segui. Sendo que a gente tinha conversado sobre como esse tipo de comportamento dele era nocivo um dia antes.
Mano, eu fiquei puto com ele e me permiti surtar e falar o quanto que ele foi invasivo e o quanto essa situação foi fodida. Eu fiquei tão irritado com o que ele fez que não queria mais falar com ele. Ele me ligou algumas vezes durante a madrugada e mandou inúmeras mensagens implorando pelo perdão. Mas eu precisava ficar sozinho pra processar tudo aquilo.
É, galera, quando a gente ta apaixonado a gente é trouxa o bastante pra se decepcionar com a pessoa mesmo ela ja tendo vacilado com você inúmeras vezes antes.
Beleza né, no dia seguinte descubro que ele seguiu outro amigo meu com quem não tenho mais contato no instagram (e meu ex morria de ciúmes desse menino, porque nós já fomos muito próximos como amigos e tinha algumas fotos com ele no meu instagram). Além de ele ter dado follow no menino, eles trocaram vários likes em fotos. Eu vi aquilo e decidi que iria retirar meu ex das minhas redes sociais, eu chorei muito muito mesmo, mas beleza.
Menos de uma hora depois meu ex começou a me ligar de novo e implorar pra eu conversar com ele, porque ele não iria aguentar me perder e que precisava de mim. Eu primeiro tive que mandar uma foto minha chorando pra ver se ele acordava pra vida de que ele foi longe demais e depois fui bem grosseiro ao pedir para ele me deixar quieto. Ele disse que iria me deixar quieto, mas implorou pra eu não sumir de vez e encerrou com um “te amo, até”.
Depois dessa conversa fui conversar com esse meu amigo que ele seguiu no instagram, e o meu amigo disse que tinha conversado com meu ex pra tirar essa história a limpo (pra ver se ele ainda tava namorando comigo e tals) e meu amigo falou que meu ex disse que já tínhamos terminado e ele não queria mais ter nada a ver comigo. Além disso, meu ex falou sobre mim com deboche pra ele, como se o relacionamento tivesse dado errado e acabado por minha culpa.
Bom, gente, eu tinha tudo pra ficar arrasado com isso tudo, porque uns minutos antes o menino tava implorando por mim enquanto ele dava em cima de alguém que eu conheço e já fez parte da minha vida. Ele me acusou de traição durante 5 meses, e quem se provou um grande mentiroso e um traidor do mais baixo nível foi ele. Ontem eu finalmente entendi que ele tentava constantemente me diminuir e dizer que eu sou péssima pessoa, porque na verdade era ele quem fazia tudo isso e ele só estava projetando essas coisas em mim.
No final das contas, embora eu esteja muito triste, eu estou muito grato por ele ter estragado tudo e ter mostrado quem ele realmente é. Imaginem que merda se eu tivesse acreditado nele e voltado pra ele? Fico imaginando quantos chifres que eu levei durante esse relacionamento e fico muito feliz que todo esse abuso acabou.
Eu não estou contente, mas eu estou extremamente satisfeito que estou aprendendo a viver minha vida sem ele e me recuperando de um monte de merdas que aconteceram na minha vida (até antes mesmo de eu ter conhecido ele) ao lado dos amigos que se importam comigo e da minha família. Estou extremamente carente, mas eu nunca vou me submeter a voltar com alguém que me traiu dessa forma e ter esse conhecimento é tudo de bom, é libertador saber que quem mais apontou pra mim é a pessoa que mais fez as cagadas que falava que eu fazia.
Tudo isso pra eu dizer, meus amigos, que tudo bem sofrer por amor. Sua vida vale muito mais que um relacionamento abusivo ou alguém que te ilude. Se você ta malzão ou malzona porque seu amor te maltrata, te humilha, trai ou mente pra você, aprenda a se amar em primeiro lugar porque você tem potencial de fazer coisas incríveis! Onde há vida, há potencial.
Se você ta se sentindo sozinho se apegue aos seus amigos, se não tem amigos se apegue a sua família. Vai conhecer gente nova, às vezes perder uma pessoa nos faz sentir que estamos perdendo o nosso mundo, mas nós ainda teremos um universo inteiro para explorar.
submitted by niallwhore to desabafos [link] [comments]


2020.09.18 18:52 lucascorneo O pior aniversário

Olá Luba, editores, pessoas que estão a ver, Gatas, e qualquer forma de vida que esteja vendo esse belo vídeo, hoje vou contar a história da grande desgraça que foi meu aniversário. 
No final de 2017, eu tinha conhecido uma garota no interclasse da minha escola, ela era muito gata, querida, e muito interessante, foi paixão a primeira vista KKKKKJ. Começamos a conversar, e na outra semana a gente ficou, encaixou o beijo e foi ótimo, continuamos conversando. Em março, eu iria fazer uma festa de aniversário, e convidei alguns amigos, entre eles, a minha "namorada" e minha melhor amiga. A festa foi ótima, dançamos muito, cantamos, comemos, e fomos pra dentro. Chamei ela pro meu quarto, e começamos a se pegar, mesmo bagulho de sempre, e tava um clima ótimo. Achei o momento perfeito para pedir ela em namoro, ela aceitou, nos beijamos, foi lindo. Após isso, ela foi pro outro quarto, ( no qual estavam minha melhor amiga e uma outra garota) para contar a atual notícia. Até aí tudo bem. Namoramos mais uns 2 meses, e ela me falou que queria me contar um negócio, beleza, falei que tava livre e ela começou a escrever, ela me contou que na noite do meu aniversário, no momento que ela tinha ido contar pra minha "melhor amiga", elas tinham ficado, e eu fui traído 5 min depois de começar a namorar. Hoje em dia eu racho o bico rindo dessa história. Mas não acabou por aí, eu "desculpei" ela, e continuarmos namorando, na minha cabeça só passava uma coisa, eu precisava me vingar, não podia sair por baixo nesse negócio, até aí tudo bem, fiquei de boa e esperei o momento certo pra dar o troco Até que chegou um dia completamente triste, meu bisavô tinha morrido, e eu fui triste pro velório, chorei de mais, tava bem triste. Lá, vi minha prima, e ela tava com uma amiga, a Rainara, ela foi completamente querida, e muito compreensiva, gostei muito dela, e nos começamos a conversar. Passaram-se uma semana, e eu fui de novo pra cidade da minha bisavô, pra missa de 7 dia, e advinha quem estava lá, exato, a Rainara, e advinha o que eu fiz? Exato, fiquei com ela, dando enfim o troco na minha ex. No outro dia, contei pra ela, e esfreguei na cara dela, que eu tinha dado o troco nela. Hoje me sinto mal por ter pegado a garota numa data tal triste, e por um motivo tão ruim. Essa foi minha história, sei que faltaram alguns detalhes, mas se fosse para ler tudo, iria demorar muito tempo, te amo ❤️
submitted by lucascorneo to TurmaFeira [link] [comments]


2020.09.18 16:54 Rafa_Lima1 Fui um babaca por não cortar o mal pela raiz?

Olá Luba, turma e possível convidado. Minha história é bem grande, todavia a resumirei o máximo possível. Conheci uma garota a alguns anos atrás, na escola. Conversávamos muito e sempre fomos bem claros sobre ficarmos, porém, ambos acabamos namorando pessoas diferentes e paramos de conversar por um tempo. No entanto, anos depois, com o meu termino e dela, voltamos a nos falar e eventualmente a se relacionar. Desde o começo, deixamos claro que não passava de uma relação superficial. Nada sério. Até porque nossos términos eram recentes, e até onde eu acreditava, não queríamos qualquer apego afetivo no momento. Nesse período em que nos relacionamos; sempre a tratei MUITO bem, apresentei-a aos meus pais e amigos; pois sempre éramos vistos juntos, e eu acreditava que o mínimo que devia fazer era inseri-la em alguns de meus círculos sociais. Entretanto, certa vez, ela disse que me amava. Não demorou muito para que eu dissesse que não estava pronto para um relacionamento, e de fato não estava, pois no momento estou com foco em outras coisas. Fato é que após eu dizer isso, ela e uns amigos começaram a tirar sarro, principalmente em tom de revolta, pois não acreditavam que eu estivesse falando sério; quando vi que algo mais complexo estava vindo por parte dela, acabei optando por deixarmos de ficar, e assim fizemos. Recentemente, um garoto da cidade, no local onde ela trabalha, acabou dizendo que se sentia atraído por mim. Ela ouviu e veio me falar, não dei muita bola, até porque não sentia atração por ele e o via como amigo. Afim de curiosidade, sim, sou bissexual, e sim, ela sabia. Enfim, essas informações acabarão por ser válidas mais a frente. Dias atrás a chamei para jogar com uns amigos em comum, antes havíamos marcado de ficar após o jogo. No momento em questão, apareci com o garoto que havia dito sentir-se atraído por mim, mas como foi dito, não o via da mesma forma. Começamos a jogar; ela preferiu esperar e ficar conversando com o pessoal que não quis participar, só que durante a partida, subitamente, ela foi embora. Estranhei, pois tínhamos marcado de ficar no fim do rolê. Quando cheguei em casa a chamei no direct do Instagram, ela demonstrou raiva, mas não disse o porquê. No dia seguinte, meu amigo me chama e diz que ela estava com raiva por conta de eu ter levado o garoto que sentia-se atraído por mim. Logo, vendo que o motivo era irrelevante, pois não temos nada sério, deixei passar. Mas pelo visto ela não. Horas depois vejo que no Twitter, ela começou a soltar diversas indiretas sobre eu, e disfarçadamente, sobre o garoto. Algumas foram respondidas por ele, que não entendia o motivo, mas tentava ajuda-la. Nas publicações, era dito sobre como ela não recebia de volta a atenção que dava, como havia desperdiçado uma noite indo em um rolê e sobre como preferia estar em outro lugar, com outra pessoa, que ali. Mesmo após ler todas as coisas escritas, deixei passar. Pois acredito que se me adentrar mais, irei ocasionar coisas piores. A maioria dos meus amigos em comum a ela, dizem que estou errado por tê-la dado alguma esperança de relacionamento, mas como disse, sempre fui claro em relação ao que sentia pela mesma.
submitted by Rafa_Lima1 to TurmaFeira [link] [comments]


2020.09.16 09:16 Matheuskeeeeeee Minha namorada e o amigo dela

Preciso da ajuda de vocês 😫
Antes de estar em um relacionamento com minha namorada, ela ficava com um mlk que era o Pedro. Eles brigaram por algum motivo e ela não quis mais ficar com ele, nessa época a minha namorada era na vdd minha amiga mttt próxima, me mandava os prints dos longos textos que ele fazia pra ela pedindo uma nova chance. Eles não tinham uma relação de amizade e não eram amigos, no começo da quarentena ja estávamos namorando e ela me contou detalhes dizendo que ele era louco pra ter uma relação sexual com ela pelo fato dela ser virgem, e tinha fetiche nisso.
Passado um tempão, mais precisamente no começo desse mês, ela me avisou no WhatsApp que estava saindo com ele para uma adega onde tinha mais gente, e eu fiquei incomodado lógico e disse pra ela. Ela disse pra mim que estava de aliança (não acho que isso tenha um peso enorme positivo ou negativo na questão da minha insegurança), disse também que ele sabia que ela estava namorando e respeitava ela.
No dia seguinte postou um print da conversa dos dois dizendo que iam sair pra encontrar uma tal de Júlia no fim de semana. Quando vi isso não aguentei de tanto desconforto e fui conversar com ela. A minha namorada, foi totalmente grossa e disse: ele é só meu amigo vc tá cego ou o que?
Depois no Twitter os dois sempre apareciam respondendo as coisas um do outro, e se eu fizesse ao contrário de voltar a ter uma relação com uma pessoa da qual me relacionei no passado sei que causaria um desconforto enorme nela e com certeza seria falta de empatia com o que ela sente
Foi quando ela me disse que ia sair de novo pro mesmo lugar com ele e com as outras pessoas e eu desisti de tudo. Mas ela me convenceu a ir junto para ver que não havia nada demais. Fui junto e não conhecia ninguém lá, quando perto do fim, ela me perguntou se eu iria ficar bravo caso ela desse uma volta de moto com o Pedro Nessa hora eu não queria causar desconforto nenhum pra ela e disse que não e tava tudo bem. Mas com certeza fiquei muito incomodado e por uns minutos fiquei esperando sozinho e quieto lá no banco, mas ela voltou pois o amigo que emprestaria a moto aos dois não cedeu.
Aí nesse fim de semana ela chamou o Pedro no WhatsApp e disse que estava com saudades, mas ele tinha saído com uma pessoa e sumido aí ela se incomodou e postou no Twitter: “nunca mais falo que to com saudade” e ele respondeu: “🤔”
Quando vi isso fiquei totalmente desconfortável e pra baixo de novo, pois no fim de semana e no horário em que ela postou ela estava vindo pra cá passar o sábado comigo. Então não aguentei mais de tanta insegurança e mal estar e decidi conversar com ela
Fui conversar com ela com o propósito de resolver como desse, e ela disse que ou teria de lidar com isso ou terminar. E daí eu disse que não conseguia lidar com isso de tanto desconforto que me causa e terminamos.
Mas depois de umas horas ela me ligou e pediu pra que a gente se visse na mesma noite (ontem), veio aqui em casa e leu uma carta pra mim, e disse que queria resolver ou até mesmo fazer terapia de casal pra que a gente continuasse juntos. Ela me disse que eles não eram amigos antes mas que agora são, que ele respeita que ela esteja namorando, e não deu em cima e quanto terminamos, aliás disse pra ela que ele não via sentido em ser o motivo do término, e chamou ela pra sair no fim de semana pra não ficar mal.
Enfim, aconteceu que eu e ela voltamos mas não resolvemos isso ainda, eu tenho medo de estar sendo abusivo com ela mas realmente a situação de ela sair com o cara que ficava antes me deixa muito inseguro. Sei que é um problema meu, levei pra minha psicóloga e ela me disse que eles não são só amigos e deveria explicar isso pra ela, e como dada a opção, não estar mais no meio disso.
O que ela me disse aqui na conversa, foi que se fosse com uma menina não teria problema algum então pelo fato de ser com o Pedro ela acha que não tem nada a ver. Disse também que eles são só amigos e não tem nada demais. Chorou bem de leve e disse que não queria terminar comigo.
Acontece que ontem eu voltei com ela e disse que tava tudo bem. Mas hoje lembrei e todos os fatos e não consigo não me incomodar com isso. Ela já disse que não tá disposta a ceder nada e eu que deveria ceder isso 😫 e agora mano
submitted by Matheuskeeeeeee to desabafos [link] [comments]


2020.09.16 05:54 BentJer namoro a distancia e uns problemas

Namoro há um tempo a distância, a gente se via a cada 2/3 meses até vir o coronga. No mês passado soube que uma menina que ele conhecia pela internet tava vendendo nudes, fui curiosa ver o instagram dela e ai vi que ele curtia todas fotos dela nesse estilo, então eu perguntei pra ele se ele viu/comprou, e ele disse que so viu por um link postado. Eu disse que fiquei incomodada mais por ser uma pessoa conhecida, aí depois disso ele veio me ver e apagou a conversa com ela e deixou de seguir.
Entao perguntei de novo e dessa vez ele disse que ela tinha mandado pros amigos um link em que as nudes ficavam free no site por uma semana, pra ver, dar uma opinião etc. Então, segundo ele, só abriu e disse que as fotos tavam boas.
Se tivesse aberto por curiosidade e nao escondesse eu entenderia, mas fiquei decepcionada pq acho desrespeito estar disponivel pra receber e ainda dar feedback de nudes de alguem se voce ta namorando, e ele nunca me tinha me falado disso ou sequer que era amigo dela.
Isso de esconder as coisas e mentir já aconteceu outras vezes, e a cada vez que acontece me deixa extremamente triste. Ele fala que vai mudar e eu tento me convencer, mas ta complicado
submitted by BentJer to desabafos [link] [comments]


2020.09.14 03:19 cnt_d_jgr_fr Uma ajuda aqui, /r/ desabafos.

Já pensei em fazer este tipo de post várias vezes antes, nunca seguia em frente, dessa vez decidi publicar. Já moí e remoí inúmeras vezes como começar, e escolhi esse jeito que foi diferente de todos os outros que pensei. Desculpem, eu escrevo muito, e não sei se vocês irão ter paciência de ler tudo. Se sim, obrigado;
É difícil saber onde começar, mas provavelmente deve ser pelo mal raiz: A depressão. Eu convivo com ela e a ansiedade já fazem anos e anos. Eu desde criança fui alegre, esperto, inteligente, (bem acima dos demais ao meu redor, que me cedia elogios de todas as partes) mas no geral, normal como qualquer um. Eu não sei se vou conseguir descrever todo o processo, mas a partir do final da adolescência se não me engano isso começou. No começo meus pais não ligaram muito e nem eu, mas com o tempo, foi piorando. Fui perdendo o gosto por coisas que sempre gostei, não tinha mais graça jogar video game que desde criança eu o fiz (e hoje em dia tenho inglês de nível avançado que aprendi como auto-didata) ou assistir alguma coisa de comédia, seja de qual tipo fosse. Hoje em dia é raro. Eu deixei passar e ela nunca ficou tão ruim, achei que não iria piorar, agora ela tomou conta de uma maneira que eu não consigo sentir. Eu acordo, levanto, como, sigo o meu dia, mas pareço um robô na maioria das vezes.
Existem circunstâncias que pioraram, eu sempre fui o risonho que fazia piadas e gracinhas, mas desde cedo tive a visão eu sabia que caso o palhaço saísse de cena o show iria acabar, e assim foi. Minha família sempre foi normal pra todos, mas entre 4 paredes ninguém sabia o que se passava, desde criança meu pai bebia, e isso causava brigas, xingamentos, até agressão acontecia. Acabou minha época de se palhaço quando a depressão piorou e a família agora tá pior que nunca. Minha mãe seguiu sempre com ele, acabavam as coisas ruins e tudo voltava ao normal. Ele nunca teve muita força emocional, quando acabava o dinheiro, ou aparecia uma dificuldade, queria afogar tudo no álcool. Minha família também nunca foi de sair, e eu sempre gostei de ler, de exercitar a mente de tudo que é jeito, e não saí ou fiz amigos quando me mudei. Cada um tem seus hobbies, eu sempre escutei isso e achei que apesar de ruim não era tão debilitante. Porém os anos passaram, passaram, passaram, hoje no meio de tantas crises (como a de 2008 por exemplo) meu pai já não tem mais emprego, e com todas as coisas que aconteceram voltou a beber. Problemas, dívidas, brigas, polícia, mais brigas, mais dificuldades, e tivemos que nos mudar pra uma cidade pobre e pequena. Minha mãe pensou que iria melhorar a nossa situação, resultado: Não melhorou.
Eu não tenho emprego (e duvido que encontraria alguém que me cedesse uma vaga, pra ter que toda hora tirar licença por causa de ansiedade) e os tratamentos que fiz nunca deram certo (só me deixaram pior) o que não é surpresa já que nunca morei em uma casa com uma família "normal" tem anos e meu stress está absurdamente alto. Não me dou bem com ele mas ainda convivemos todos juntos vivendo às custas do mesmo. Ele sabe que tem que nos ter perto pois a família mesmo não quer ele na casa deles. Minha mãe tbm n tem condições de trabalhar, meu pai voltou com a bebida e só deu uma trégua porque tem medo da pandemia mas ainda assim tem os dias de desespero dele que acha que se encher de álcool vai fazer os problemas sumirem, mas não sumiram e trouxeram um outro: Uma úlcera forte que é outro motivo pra ele beber e tentar mascarar a dor enorme e que recusa a tratar no médico mesmo com meu tio e tias querendo ajudar.
No presente, estou com 29 anos, nunca tive uma namorada, uma companheira, alguém pra dar e receber suporte nos momentos bons e ruins, isso porque sempre tive vergonha e achei que podeira acontecer como nos desenhos ou na TV e ter alguma que acabasse se declarando pra mim e não me fazer passar por isso. Nunca aconteceu. As pessoas dizem que ser BV e/ou Virgem são coisas impostas pela sociedade e não nos devemos se sentir mal por isso, mas a solidão dói. Dói muito. À noite é horrível, HORRÍVEL. Nem pra ser como uma dessas pessoas que arranjam uma mulher burra ou que também só tem interesse em um relacionamento rápido pra não ficar sozinha eu tenho sorte, parece que é uma opção inexistente e isso me deixa em um desolamento enorme. Sempre me achei feio ou estranho, fiz uma auto-reflexão e vi que não sou, e que existem casos piores, mas ainda assim todos ao meu redor estão conseguindo alguém, casando ou namorando ou movendo a vida pra frente.
Recentemente comecei o noFap porque vi vários benefícios que todos que tentam reportam. Após alguns dias tive um dos primeiros benefícios e senti mais disposição, mais confiança, só de sair na rua por causa de um compromisso consegui atenção de uma vizinha que morava aqqui por perto sendo que ela só me cumprimentava casualmente. Um dia depois e seguinte, voltou uma depressão, mais forte, sem vontade de fazer nada, sem apetite, e nenhum dos benefícios continuaram. Pretendo seguir mais, só que vai ser difícil porque minha cabeça tá MUITO mal.
Enquanto tava digitando esse post, no dia que pensei em mandar e não mandei, tava tão desesperado que tive pensamentos de acabar com tudo. As outras vezes que tive isso estava em situações ruins também em todos os lados. Pra piorar agora tem essa pandemia: Mesmo que melhorasse da D + A, não há empregos. Mesmo se quisesse ir pra algum lugar, há o risco. Estamos sobrevivendo da aposentadoria e de auxílio, e o dinheiro está acabando além do fato de que os problemas alimentam uns aos outros. Minha época de maior disposição física e maior apetite pra relacionamentos passou, e o tempo continuou correndo vertiginosamente. Queria perguntar à vocês o que eu poderia fazer pra tentar sair dessa, porque dessa vez tá muito difícil. Posso responder mais perguntas caso tenham alguma.
submitted by cnt_d_jgr_fr to desabafos [link] [comments]


2020.09.12 17:23 NaomyChan Oii Luba, turma, editores, gatas e todo tipo de coisa que pode estar vendo ou lendo isso. Essa é a história de como um ex meu ficou obcecado por mim. (Essa história pareci de um nice people, mas não rola xingamento, então não sei como identificar kk)

(Vamos um pouco pro passado, inicio do ano em fevereiro) Antes de a gente começar a namorar com ele, eu conheci uma menina ( vamos chamar ela de Rainara) e queria muito fica com ela, porém ela tava namorando, mas tinha dito que se a gente se encontrasse de novo nos poderíamos ficar se eu quiser se, logico que eu aceitei, como na época esse cara o Cars era meu melhor amigo, eu contei pra ele. (Se passou, agora em Julho) Eu era muito próxima do Cars, e ele começou a gostar de mim e me pediu em namoro, eu aceitei porque achei que gostava ele, umas semanas depois, eu tava percebendo que eu tava gostando da Rainara de um jeito diferente, ai eu me toquei que eu gostava do Cars como amigo e senti a algo mais pela Rainara. Terminei o namoro com ele. (Agora vamos pra, quinta feira agora, dia 10 de setembro) Eu pedi a Rainara em namoro e ela aceitou, no dia seguinte eu coloquei que tava namorando nos status e o Cars veio encher meu saco. (Hoje dia 12 de setembro rolo o seguinte dialogo, copiei a conversa do WhastApp mesmo porque é mais fácil como ele digita palavra por palavra eu tive que da meu jeito pra n fica tão longo) [02:55, 12/09/2020] Ser Insuportável: Vc Foi Desleal A mim Se era Afim Dela Não tinha Aceitado Namorar Cmg Como dizia Me amar Amando Outra Isso Tudo So por não estou ai Olha so Fassamos assim estou disposto a esquecer tudo isso apenas volte pra mim e vamos retomar um futuro que ainda temos pela frente
[08:55, 12/09/2020] 🏳️‍🌈♥️Eu♥️🏳️‍🌈: Vc sabe q tem como gostar de 2 pessoas ao mesmo tempo neh? No caso n é só pq você não ta aqui. Entenda EU TO NAMORANDO
[10:33, 12/09/2020] Ser Insuportável: Otimo Entt Pq Não nos 3?
[10:34, 12/09/2020] 🏳️‍🌈♥️Eu♥️🏳️‍🌈: Pq eu n gosto mais de vc? Entenda
[10:34, 12/09/2020] 🏳️‍🌈♥️Eu♥️🏳️‍🌈: Eu n gosto mais de vc
[10:39, 12/09/2020] Ser Insuportável: Mentira Isso E mentira E vc sabe So ta dizendo isso Pra que eu pare de insistir Mas não vou Pq eu te amo Quem ama cuida protege da carinho e nunca abandona Não faz isso cmg vey porfv volta pra mim🥺❤️ Quando nunca mais Achei Que fosse Feliz
[10:43, 12/09/2020] 🏳️‍🌈♥️Eu♥️🏳️‍🌈: Cara
[10:43, 12/09/2020] Ser Insuportável: Deus te colocou
[10:43, 12/09/2020] 🏳️‍🌈♥️Eu♥️🏳️‍🌈: Vai te fude
[10:43, 12/09/2020] Ser Insuportável: Na Minha
[10:43, 12/09/2020] 🏳️‍🌈♥️Eu♥️🏳️‍🌈: Entende
[10:43, 12/09/2020] Ser Insuportável: Vida
[10:44, 12/09/2020] 🏳️‍🌈♥️Eu♥️🏳️‍🌈: EU NÃO TE QUERO MAIS, EU NÃO GOSTO DE VOCÊ, EU NÃO TE AMO MAIS
[10:44, 12/09/2020] 🏳️‍🌈♥️Eu♥️🏳️‍🌈: Entende
[10:44, 12/09/2020] 🏳️‍🌈♥️Eu♥️🏳️‍🌈: EU TO FELIZ NAMORANDO UMA GAROTA INCRÍVEL
[10:44, 12/09/2020] 🏳️‍🌈♥️Eu♥️🏳️‍🌈: Entende isso
[11:10, 12/09/2020] Ser Insuportável: Mentiraaaaaaaaaa Pohaaaaaaa Para de mentir Pra mim Vc me ama Se Não amasse não teria me dado uma oportunidade
[11:10, 12/09/2020] 🏳️‍🌈♥️Eu♥️🏳️‍🌈: desculpa
[11:10, 12/09/2020] Ser Insuportável: E vc que não entende isso
[11:11, 12/09/2020] 🏳️‍🌈♥️Eu♥️🏳️‍🌈: mas acho q ta confundindo as coisas
[11:11, 12/09/2020] Ser Insuportável: Não
[11:11, 12/09/2020] Ser Insuportável: Não to
[11:11, 12/09/2020] 🏳️‍🌈♥️Eu♥️🏳️‍🌈: como eu tinha falando antes, EU CONFUNDI AMIZADE COM AMOR, EU NÃO QUERO VOCÊ MAIS, EU TO NAMORANDO COM UMA GAROTA, entende as coisas! Não se confunda, se tu acha q é mentira o trem deu ta namorando eu te mando print deu pedindo ela em namoro
[11:13, 12/09/2020] 🏳️‍🌈♥️Eu♥️🏳️‍🌈: entende cara: eu n quero vc
[11:14, 12/09/2020] Ser Insuportável: Olha eu posso ate se apaixonar por outra pessoa o que eu acho dificl e o coração obedecer Ele so pertence a vc Não vou deixar Vc Ir Eu amo vc e so quero vc Pra mim Não me peça para entender O impossível Mas eu peço para você compreender que eu te amo e eu não quero te perder
[11:16, 12/09/2020] 🏳️‍🌈♥️Eu♥️🏳️‍🌈: cara só supera
[11:16, 12/09/2020] 🏳️‍🌈♥️Eu♥️🏳️‍🌈: e para de encher a porra do meu saco
[11:16, 12/09/2020] 🏳️‍🌈♥️Eu♥️🏳️‍🌈: tu ta a quase 1 mês no meu pé
[11:17, 12/09/2020] 🏳️‍🌈♥️Eu♥️🏳️‍🌈: já n aquento mais vc
[11:17, 12/09/2020] Ser Insuportável: Fala o que vc quizer Mas eu não vou Desistir Ja disse Não vou
[11:19, 12/09/2020] 🏳️‍🌈♥️Eu♥️🏳️‍🌈: só para de manda msg
[11:19, 12/09/2020] 🏳️‍🌈♥️Eu♥️🏳️‍🌈: agradeço
[11:20, 12/09/2020] Ser Insuportável: Não Vou Para Vou mandar Ate Vc Perceber Que o unico Amor Da Sua Vida Sou eu
[11:22, 12/09/2020] 🏳️‍🌈♥️Eu♥️🏳️‍🌈: O porra, para de ser obcecado por mim! Eu n gosto de vc!!
[11:23, 12/09/2020] Ser Insuportável: Não dá sempre que eu penso em você meu coração dispara sempre que eu tô dormindo tô querendo contigo sempre quando eu não tô fazendo nada tô sempre pensando em você não dá para esquecer um grande amor
[11:23, 12/09/2020] 🏳️‍🌈♥️Eu♥️🏳️‍🌈: cara vc ta parecendo um psicopata obcecado, isso ta mt estranho e tbm fica mais estranho ainda pq vc é maior de idade, velho só para, só me deixa em paz Ai eu dei um block Minha namorada mandou mensagem pra ele falando que era pra ele parar de me incomodar, se ele quiser se amizade tava tranquilo que ela não se importava, mas que ele confundiu as coisas, etc (a mesma ladainha que eu já tinha falado) ele foi e xingo ela de todos os nomes possíveis e falou que a culpa de eu e o Cars terminamos era dela, sendo que a culpa foi minha de confundir as coisa E esse é o fim, espero que ele não me procure mais. Tenha um bom dia Sr. Leitor ^^
submitted by NaomyChan to TurmaFeira [link] [comments]


2020.09.12 06:59 Sofiateama * ALERTA, PROBLEMA DE GAROTAS DE 14 ANOS *

Bom... de onde ou começo? Eu amo um garoto que eu vou chamar de doodle aqui, ele ja chegou a gostar de mim mas depois percebeu que era só amizade, ele comecou a namorar uma garota e então eu me distanciei dele... quando ele terminou com ela eu me aproximei e ele achou muito estranho e veio me cobrar, eu disse que gostava de outro ( que na época eu estava fingindo gostar de outro pra dar uma disfarçadas). As pessoas que me shippavam com ele aos poucos pararam de shippar e meu coração foi ficando cheio de rancor, eu me distanciei denovo dele e então o doodle que suspeitava de algo ficou simplismente confuso. Nos nos conhecemos em um grupo e ele sempre ficava ativo, quando foi diagnosticado com depressão acho que deveria ficar longe de todos e saiu do grupo. Agora que ele voltou, chamei ele pra jogar mine e conversar ( o que fazíamos quase todos os dias ) e então ele começou a falar sobre uma tal de carls que era muito melhor loli do que eu (sou conhecida no grupo como loli kkk), fui perguntando e tals e então descobri que ele gostava dela (eles tão namorando agora e ele até me pediu dica de relacionamento). Fiquei brava mas tomei vergonha na cara e parei de ficar com ciuminho bobo pra ele, eu criei um textinho muito fofo, esse aqui:
"Carta aberta pra pessoa que eu amo: o que eu sinto por você é maior do que tudo, toda hora eu penso no seu sorriso e como vc é incrível, as vezes eu sinto muito ciúmes por você gostar de [email protected], porém eu entendo que não posso te ter, então quero que vc se case e seja muito feliz com [email protected], eu te amo. Vc me fez feliz e quando eu via que vc estava triste eu não só sentia sua dor como sentia que poderia fazer qualquer coisa para te fazer feliz, sinto que meu coração acelera muito toda vez que te vejo e vc é muito, muito incrível. Queria te ter e te amar pra sempre."
E postei no status falando que " se vc está vendo esse status, vc tem 5% de chance desse texto for pra vc", e a primeira pessoa que me respondeu foi quem? Óbvio que o doodle! Ele disse " nem sei quem é mas ja shippo, aliás, não sou eu nem fudend* né kkk", eu fiquei tipo: WTF, mas como eu sou troxa eu falei que não era ele e continuei a vida. Agora chegamos ao presente, o doodle joga comigo quase todo dia e ele fica insistindo pra que eu fale de quem eu gosto, MAS EU NÃO SEI O QUE FAZER! Eu devo revelar meu amor? Eu eu devo deixar quieto por ele estar namorando outra? Ou eu devo parar de falar com ele pra sempre? Pir favor me ajudem, sei que é problema de garotas de 14 anos, mas eu que tenho ansiedade fico toda hora pensando que todos a minha volta sabem disso e estão me julgando (coisa que acontece só quando eu to me sentindo culpada por algo).
Edit 1: ele viu o post e continuamos a ser amigos :3
Edit 2: não só amigos mas agora estamos namorando!(to com medo de ser corna pq ele ja traiu outra namorada 😳)
submitted by Sofiateama to TurmaFeira [link] [comments]


2020.09.12 01:23 digo_alvs BV:A mentira mais bem contada da história!E logo depois provavelmente um trauma!

Olá Luba,editor,gatas,e pessoas de papelão,vim aqui contar uma mentira qie durou 5 anos,estava eu emmeu 7°ano do fundamental ,perguntaram-me se eu era BV ou não,falei que não era(mas era mentira),mas pela minha personalidade e mwu jeito de nerd,mas do tipo que so gostava de estudar e tava nem aí para intwração social de nhum tipo,para fazer eles acreditarem falei:que já tinha ficado um pouco mais sério com uma menina naquele msm ano,mas as coisas não terminaram legal aí acabamos separando e ela me bloquenado em tudo.Assim não teria como mostrar a menina (inventada claro rs),logo não mexi maos no assunto de eu ficar com alguém ou não até o 2°ano do colegial(este ano) nos priemeiros dia s de aula,perguntaram se eu tinha pegado alguém nas férias,até que para me incluir naquela panela de amigos resolvi mentir outra vez(o que claramente não é a ideia mais inteligente de todas mas estava disposto a arcar com os riscos)então com a cara mais natural possível falei que tava praticamente namorando uma menina e inclusive tinha viajado para BC(Balneário Camboriú)com ela logo após a virada do ano(não quero me gabar mas sou ótimo mentindo pois penso até em problemas futuros,deixando brexas para que encaixassem as mentiras com minha vida real)mostrei a foto dela para alguns de meus amigos eassim foi,quando duas semanas depois antes de chegar na sala eu faço uma cara de tristeza(o que não é dificil pois e meu atual estado depoia de alguns anos),e falei que tinhamos termindo pois ela não queria mais nada,logo pouco tempo depois,no começo da quarentena,resolvemos furar a mesma para ir em um açái,fomos lá comemos e logo voltei para casa,meus pais perguntaram e eu resolvi mentir denovo falei que tinha levado uma menina até a casa dela.Depois de alguns meses,eu e meus amigos cansados da quarentena resolvemos começar a caminhar num lugar chamado "piscinão"(que é nada mais do que o lugar onde toda a água da chuva vai,lá é quase e literalmente dois lagos retangulares com uma calçada elevada e plana em volta do mesmo para as pessoas fazerem caminha,lá também tem linos gramados e algumas quadras)logo eu fiquei mais socialmente interativo,então resolvi chamar meus amigos para ir em minha casa em uma reunião simples com salgados e bolo para não deixar meu aniversário,minha mãe perguntou se a menina que eu tinha pegado anteriormente fosse minha amiga que tinha ido para minha casa,a mesma falou que não,e minha perguntou se ela tinha ido noaçái naquele dia também,a mimha amiga respondeu sim,antes que minha falasse alguma coisa a mais dei um jeito de distrái-las,logo falei bem baixo para minha amiga que se perguntar se ela conhece a mina que eu timha perguntado,era para ela falar sim,e expliquei(logo menti)que logo depois do açái tinha ido para a casa dessa mina e pegado ela,mas não era para falar que eu fiz isso e sim que eu tava com ela no açái.Depois de um tempo de caminhada uma amiga nossa começou a ir também,mas sepois de uns 3 dias essa amiga nova na caminhada leva uma amiga dela para ir também,até então normal,camimhamos conversamos todo mundo,até que a noite depois da caminhada chega essa amiga que levou a outra que chamerei de:"Morty",chega para mim e fala que a Morty queria ficar comigo,eu com um pé atrás resolvo conversar com a morty para ver se era verdade,e para minha surpresa era,no dia seguinte não estava com cabeça para tal coisa e resolvi não pegar ela,no dia seguinte cheguei nela e fiquei com a morty(ou seja perdi o BV),mas não lembro de boa parte do beijo depois de uma hora,sinceramente deu branco igual uma prova,não lembro se fui bem ou não ou quanto tempo durou(e isao foi somente a 1 hora atrás)acho que devo procurar por um psicologo.Mas essa é a história,espero ter entretido vocês,vou comer agora e logo depois dormir porquê a caminhada foi exaustiva,ent flw e obrigado pelo tempo para ler essa história grande.
submitted by digo_alvs to TurmaFeira [link] [comments]


2020.09.10 00:07 cutiemango_lover Tenho 20 anos, ainda sou virgem, tenho medo de "perder", sou muito tímida e levei um fora que acabou comigo

Ta, n sei por onde começar, então só vou contar a história que fez minha confiança ir de 0 pra - 1.
Eu sempre tive a convicção que iria perder a virgindade com alguém q significasse algo pra mim, porque eu n quero que seja uma péssima experiência e pq acredito que, pra que seja boa, a pessoa tem q pelo menos se importar comigo. Sempre fui muito tímida, totalmente travada e, mesmo tendo plena convicção q sou hétero, só consigo me relacionar "bem" com homens se estiver bêbada. Com "bem" quero dizer simplesmente ter uma conversa normal, flertar normalmente, entende? Olhando nos olhos, conversando, trocando ideia naturalmente, essas coisas...Geralmente, fico muito insegura e receosa quando estou conhecendo alguém. Teve um dia, na faculdade, que um cara aleatório ficou me encarando. O campus é enorme e n conhecia essa pessoa, mas o achei bonito. Tentei segurar a vontade de rir, mas n deu, aí óbvio que ele entendeu isso como correspondência (e era mesmo). Dps de um tempo, coincidentemente nos encontramos de novo e começamos a ficar.
Ele era muito sem filtro (o total oposto de mim) e, por algum motivo, pouquíssimo tempo depois de nos conhecermos eu me sentia bem confortável com ele. Acho q era porque ela falava muita besteira. Eu só ria e ignorava, mas foi isso q fez com que eu 'destravasse' um pouco. O problema é que n parecia q ele me via com nenhum romance. Como posso explicar? Pra ele, eu era só uma gostosa, entendeu? Inclusive, sempre que ele ia me elogiar eram coisas do tipo "Nossa, fulana, você é muito gostosa" "Nossa, seu corpo é maravilhoso", etc. Teve um dia que eu me irritei e falei "Pq vc é assim? Eu n sou só gostosa! Tbm sou inteligente, engraçada e várias outras coisas. Vc toda vez só fala isso. " Isso me magoava pq eu queria q ele me visse da mesma forma q eu estava começando a ve-lo e não ficar falando daquele jeito idiota.
Quando ficávamos, ele sempre queria ir além e além e além. Muitas vezes eu deixava pq n queria q ele me achasse uma chata e tbm n sou nenhuma santa, mas geralmente era meio demais. A primeira vez q saímos fora da faculdade era pra ser pelo menos um pouco romântica, imagino; mas só q no meio da rua ele ficou querendo botar a mão por baixo da minha roupa. Tava de noite e o lugar era deserto, mas mesmo assim! Eu fiquei falando que não, que não queria e ele usava tudo q pudesse pra me convencer. Ficou lá falando maior tempão, me manipulando, fazendo mil promessas...Ele sempre fazia isso.
Teve um dia que estávamos juntos e realmente quase chegamos lá, até hj, foi o contato mais íntimo que já tive com alguém. O clima esquentou e de repente, já estávamos um em cima do outro, mas na hora, me deu medo dele me largar assim que eu fizesse o que ele queria e eu já gostava dele. Eu nunca me senti bem com nenhum outro cara, como me senti com ele. Sempre que algum garoto me tocava, a tendência era eu me esquivar, mas com ele tudo parecia muito certo. Só q nesse dia, por causa desse meu medo, mesmo estando lá, eu desisti bem na hora e disse q não queria passar do que já tínhamos feito até o momento (eu entendo que isso pode ser muito frustrante, até um vacilo da minha parte e me senti muito mal dps por ter negado tão em cima da hora assim, mas pelo desfecho da história, atualmente n me arrependo) Óbvio que ele tentou de tudo pra me convencer, até pq, já estávamos la ne. Mas eu disse q n queria, que n estava me sentindo confiante e que não adiantava insistir, eu n ia deixar. Depois de muita conversa, ele aceitou e, pelo menos pra mim, foi bom esse dia. Eu tentei viver o momento, pq de certa forma, lá no fundo eu já percebi q dps dessa ele n ia mais querer saber de mim. E foi isso mesmo. Ele n me procurou mais, começou a me evitar e ser um grosso, então, mesmo triste, parei de procurar tbm.
Aí do nada, ele me chamou pra sair de novo. Eu, q sou uma burra, aceitei (até pq, a essa altura já gostava dele) Saímos e, enquanto estávamos comendo e conversando, ele simplesmente começou a falar de outra menina!!! Eu fiquei perplexa enquanto ele falava que n estava mais falando com um amigo dele pq ele tentou ficar com a menina q ele ficava. Quando penso sobre esse dia, n consigo entender pq n levantei e fui embora ali mesmo, mas, por algum motivo, eu fiquei lá. Depois disso uma menina postou fotos marcando ele. Eu perguntei se ele estava namorando pq no dia anterior me implorou por nudes, fez tudo que era promessa, disse q gostava de mim e etc.. Ele disse q não e eu n acreditei e parei de falar com ele.
Vários meses depois, ele me mandou mensagem de novo. Fiquei toda animada, mas estava no estágio, então esperei até o final do expediente pra olhar. Sabe quando vc quer guardar algo bom pra depois, pra poder saborear melhor? Foi tipo isso. Fiz tudo q tinha que fazer e deixei pra olhar só na hora de sair. Pensei q ele iria me chamar pra nos vermos ou simplesmente querer saber de mim, já que há um bom tempo n nos víamos. Quando fui ver a mensagem, estava na rua e ele escreveu, assim, diretamente: "Ainda não comecei a namorar (com a outra garota*). Quer fazer uma loucura comigo antes?".
Eu vi aquilo e nem acreditei, comecei a chorar no meio da rua mesmo. Me senti um lixo, uma coisa. Um objeto completamente inútil. Eu nem sei descrever o sentimento, foi horrível. Tbm me senti muito tonta e humilhada por ter ficado feliz antes. Nem ia responder, mas respondi e disse pra ele nunca mais me procurar. Dps bloqueei. Só q no Facebook, vi q ele faz com a menina tudo q nunca fez comigo.
Tudo que eu praticamente implorava pra ele fazer (e ele nunca fez), com ela, ele faz de forma aparentemente espontânea. Fala coisas bonitas e é super carinhoso. Como eu, ela tbm é artista. Na conta de artes dela, ele elogia todos os trabalhos, cita mil qualidades e é um fofo. Eu sei que parece uma coisa super boba pra me desestabilizar tanto assim, mas a verdade é q isso acabou comigo. Me destruiu. Minha inseguranças aumentou e me senti incapaz de ser vista de maneira romântica. Agora, meu medo de me relacionar aumentou ainda mais, pq as chances de acontecer a mesma coisa são grandes. Eu me sinto indigna de um relacionamento e de alguém que goste de mim e acho q nunca mais vou encontrar alguém q me deixe confortável como essa pessoa me deixava e que nunca vou experimentar um sentimentos plenamente correspondido. Foi isso, desculpa o textão e desabafo, mas tava meio engasgado. Às vezes eu esqueço, mas quando me sinto mal comigo mesma, essa é uma das primeiras coisas q lembro e fico gastando minhas noites chorando por algo q n vai mudar... Parece q é só comigo, tipo um castigo, mas sei q n. Só q às vezes é difícil de enxergar...
submitted by cutiemango_lover to desabafos [link] [comments]


2020.09.09 22:17 BanselSavant A maldição da demissexualidade

Edit: a "namorada" me chutou. A gente ia se encontrar na segunda, adiou, na semana que vem, agora nunca. Depois n querem meu psicológico fodido. Me dispensou pois pretende se mudar pro nordeste e facilitei isso com umas informações que n tinha. Sucesso pra ela, enquanto eu continuo na merda. Nada muda E a outra lá eu chutei. Sanguessuga malvada
Acho que é óbvio o paradoxo, mas quero discutir. Sim, por causa da pornografia, um monte de fetiches e invejas me surgiram, como pegar em festa, ou em público, ou em situações específicas, etc, mas n sei se conseguiria fazer de fato. Sou um fracasso na vida, logo na sexual também. Todo sexo q tive foi pagando e o que foi "na amizade" mesmo pagando foi o único q gostei, justamente pela amizade, pela conexão, pelo gostar da mina. Posso ficar duraço com uma mina que vejo na rua, mas obviamente n poderia chegar ou tentar algo. Essas histórinhas de rolar com desconhecidos deve ser meme ou com sortudo, como uma que a ex (diaba muito diaba) me contou. Conversaram um pouco na piscina do hotel e foram e fizeram no banheiro. Queria muito saber como ele convenceu ela a isso, como ela n se arrepende e tal (n q deva ter motivo de arrependimento. Quero q ela se exploda), como rola essa conexão. Parece q existe palavra mágica. Invejo esses caras q conseguem boquete aleatório de desconhecida, etc. Roteiro de pornô, mas da uma depre pq existe na realidade e queria q rolasse comigo. Diversas vezes fiquei atraído e seria tão massa se rolasse, sem machismo, sem estupro, sem forçação, sem mimimi, só tesão, dois corpos se pegando. Obviamente acho q n sou atraente. Sou estranho, alto, magrelo, desvio os olhos, etc. (Tou melhorando, mas longe de ser um garanhão) Mas convenhamos q muitos feios pegam, que muitas minas só querem o pau e tão nem aí se o cara é casado, santo ou bate na mãe. Muitas tem seu tesão e queria topar com uma que só rolasse e tal. Seria tão massa. Maaaaas eu conseguiria? O pau continuaria duro? Conseguiríamos um posição confortável? São tantas dúvidas e pensamentos q quase piro. Por outro lado, quero a minha gata, passear pelo corpo dela, endeusá-la, ajudá-la a sentir todo prazer possível. Eu sou romântico. Mas parece que romantismo afasta as mulheres. Qual o problema de meter até o talo sim, num banheiro sujo qualquer, mas com carinho? N gosto mesmo da ideia de objetificar, por mais q tenha meus fetiches de dominação. Dominação é objetificar? O que difere uma mina que gosta de ser chamada de puta do cara que chama ela de puta? Ela é um lixo? Ele é um lixo machista? Acho que notaram q tenho dúvidas sobre pessoas em geral. Gostaria de entender, como lidar com as pessoas, como reconhecer que uma mina tá a fim... É meme aquela história (isso é exemplo) do caminhoneiro que mostrou o pau pra filha do dono do posto de gasolina, incentivou ela a entrar na cabine do caminhão, tocar nele, chupar ele, ele depois mandar ela se limpar e n dizer nada a ninguém e ainda ela ainda ter gostado de tudo isso? N que eu queira mostrar o pau por ai, mas já vi tanta história de cara exibicionista que despertou tesão na mina e comeu ela. Ou é tudo meme? Ou acontece mesmo, principalmente nesses interiores de fazenda, região rural e menos urbana ("menos civilizada")? Pessoal, são dúvidas sinceras. Meio que tou namorando agora e tou sem saber lidar com ela. N gooooosto dela, mas n quero perder ela. Eu sei que pareço um canalha que vai usar ela e depois abandonar, mas realmente n quero isso. Se for para deixar ela, ela vai continuar virgem, pq n vou me aproveitar. Já cometi uns erros na vida e minha disciplina está intacta, meu senso de moral engrossou. N é divertido machucar coração. N é divertido fazer mal a alguém. Mas já vi tanta história de casais q de comum acordo desvirginaram, mas n ficaram naquela de ficarem juntos para sempre. Já vi tanta história de nego q comeu e abandonou e a mina continua a vida como se nada tivesse acontecido, n sente raiva dele e tal. Deliberadamente eu casaria sem hesitar com umas meninas específicas, mas n essa "namorada". Moramos perto, mas ainda n nos vimos pessoalmente. Quando acontecer, vou poder estourar ela de beijos (devo, por palavra dela), mas nem pensar muito em algo sexual. Okay dela n daaar no primeiro encontro. Compreensível, mas em algum momento vai rolar. Acho q sinto um medo de ficar preso a ela. Sou muito sentimental e sabem a ex diaba q citei? Diaba pq ela casou e ainda me contata. E ela é de outro estado e nunca nos vimos pessoalmente. Ela me persegue, acho q esperando q eu mande ela tomar no cu e bloqueie. Mas n sou de fazer isso. Tenho raiva dela, mas se eu externar, meu coração q vai sentir e n vou ter um piripaque por causa dela. Mas é notável q ainda sou um pouco preso a ela. N no sentido amoroso ou sexual (quero que ela se exploda²), mas n consigo levantar o dedo para dar fim de vez a esse contato. Sinto q eu perderia algo. Sabem a história dela com o cara na piscina? Consegui arrancar dela indagando sobre tesão feminino, oq no homem atrai a mulher e tal, pois já que ela é mulher experiente e eu preciso de respostas, resolvi tentar aprender um pouco, tirar algum proveito dela, depois dela brincar tanto comigo. Gente, o que eu faço? Tou certo em algo? Tou errado em algo? Em q? Oq faço? N quero machucar ninguém e com essa postura acabei bem machucado pelos anos ae (antes e depois de eu ter cometido os uns erros que citei)
submitted by BanselSavant to sexualidade [link] [comments]


2020.09.09 04:41 kriskastro Cada vez mais quebrado e tentando juntar os cacos

Gente, já li de tudo por aqui e adoro os temas sobre relacionamento. Dessa vez chegou a minha vez de desabafar. : PS: Sorry pelo textão, mas é que eu preciso externar um pouco de tudo pra ver se me serve de alguma coisa.
Já não sou mais um adolescente, mas também não chego a ser já um adulto de meia idade; mas tá perto rs. Tenho 27 anos, já beirando os 28. Nunca engatei definitivamente em um relacionamento sério e nem sei se sou preparado para isso efetivamente, serio mesmo. Minha família é meio fudi* sobre relacionamentos. Pais separados, confusões aqui e ali e até pelo que pude perceber sobre os que estão além dos meus pais, digo tios e tias, a situação não é muito animadora ou exemplar. Enfim, sinto até que de alguma forma por não ter bons exemplos ou referências em casa isso de alguma forma pode ter me afetado, me travado, ou até mesmo me ter deixado com um certo nível de ansiedade/panico. Sei lá. Moro com a minha mãe ainda e meu irmão mais novo.
Sou uma pessoa que simplesmente não sai e resolveu viver isolado na sua própria bolha; diria até que com poucos amigos próximos, digamos assim... (sabe daqueles que você pode literalmente contar com eles para o que der e vier? Pois é.). Já sou formado, pago as próprias contas, ajudo até de certa forma a segurar ainda a estrutura financeira abalada em casa. SIM, meu pai era o provedor do dinheiro como toda "família tradicional" brasileira; mas hoje me dia minha mãe já tem a fonte de renda dela que se complementa com a minha. E meu pai acho que ainda ajuda só por conta do meu irmão mais novo mesmo.
Enfim, sinto que o tempo vai passando e passando e a maneira como eu vivo hoje me incomoda. Não quero ter esse papel de "pai provedor" da família que eu ainda não tive, se é que me entendem. Sinto que preciso mudar e sair dessa zona de (des)conforto, mas ao mesmo tempo vivo um dilema entre a responsabilidade para com aqueles que estão comigo e a vontade de construir algo meu, a minha própria história. Agora assim, sair de casa pra (sobre)viver e ficar a ver navios é foda, até pq a vida sozinho é bad trip total. Nessa parte, já quero introduzir o tema o relacionamento que até então são inexistentes; penso que de alguma forma quando você tem alguém que vale a pena você lutar para que as coisas deem certo, e obviamente a pessoa também queira, de alguma forma os dois conseguem encontrar alguma felicidade em meio a tudo, mesmo diante das dificuldades.
Mas vamos lá que já estou é divagando aqui. Sobre relacionamentos: sou uma pessoa extramente fechada. Não saio. Como disse, sou de poucos ou quase nenhum amigo próximo. Não considero conhecidos ou colegas de trabalho como alguém que se pode contar muito, sabe. Obviamente pra não pirar da batatinha, pelo menos cresci aderindo ao hobby de jogar video games pra aliviar um pouco o estresse e até a deprê - na verdade herdei esse hobby da adolescência e acho que os sentimentos meio depressivos também. Tenho ps4 que mal jogo hoje em dia, mas ainda me divirto um pouco no pc com uma galera muito massa no lol kk. SIM. 27 anos jogando ainda League of Legends. Mas voltando... pra piorar um pouco, tenho de certa forma uma atração, ou sei lá um imã, pra garotas que são bem peculiares, digamos assim.
O meu primeiro contato na adolescência que talvez pudesse ter rendido um relacionamento foi com uma garota que conheci no Tinder. Eu deveria ter uns 17 anos mais ou menos. Nem tinha entrado na faculdade. Ela era gata e inteligentíssima, mas não me recordo o nome dela. Sente o drama: depois de semanas conversando e praticamente se descobrindo quase que nascidos um pro outro, ela me revelou que fazia tratamento para câncer e já faziam anos e mais anos na luta. As fotos dela eram de peruca, sabe. Tanto que depois de semanas ela começou a me mostrar as fotos já carequinha. Ela morava no interior e vinha de tempos em tempos aqui pra cidade fazer o tratamento dela. O namorado dela a deixou depois dessa bad trip. Enfim, um negócio pesadíssimo. Quase como A culpa é das estrelas. : O tempo passou, coisas aconteceram, a vida foi entrando numa velocidade frenética. A faculdade chegou, as provas, os semestres, os estágios, a rotina maluca e simplesmente fomos aos poucos deixando de nos falar e eu simplesmente não sei o final dessa história. Mas me arrependo quase que amargamente de não ter ido conhecer ela pessoalmente independente do desfecho.
Na faculdade, me apaixonei por uma garota. Mas nem vou me alongar muito. A thread da facul: depois de anos estudando juntos, me declarei pra essa garota e para minha surpresa uma amiga nossa em comum também fez a mesma coisa. A garota da história é bi e eu tinha total consciência sobre isso, mas só fiz o que meu coração mandou. Enfim, esse negócio não foi nem pra frente e nem pra trás. Nem eu e nem a nossa amiga em comum ficou/namorou essa garota. Mais uma vez o tempo foi passando e passando... até que terminei a faculdade e até onde tive notícias, hoje a garota que eu era apaixonado está namorando um cara aí. Enterrei esse amor e deixei o tempo cumprir o papel dele. Aconteceram outras coisas na faculdade também entre eu e uma outra miga, mas nem vou comentar pq não vem ao caso, simplesmente não era para ser e pronto e o pior é que até transa sem camisinha rolou kk #medo, mas calma que teve pilula e teste após isso. Então, nada de filhos não programados. Amém.
Após a facul e agora sim em um tempo mais recente. No trabalho, há uns dois anos atrás descobri que uma garota era perdidamente apaixonada por mim. Isso era novidade pra mim que já estava acostumado só com amor não correspondido, mas o drama aqui é que eu simplesmente não sentia a mesma coisa por ela. Olha só que ironia, não? Isso é foda, pq eu sabia como era gostar de alguém e isso não ser recíproco. Mas enfim, a garota foi demitida e com a demissão acho que foi-se qlq esperança de se construir algum amor - isso para os que acreditam que esse trem é construído tijolinho, por tijolinho. Eu só simplesmente não sei como funciona, desculpa.
Há seis meses atrás ou até mais, meu coração resolveu bater mais forte por alguém mais uma vez. Mais uma coisa que simplesmente não sei o pq diabos acontece, mas já aceitei que a vida é assim. Ela é uma colega de trabalho. O tempo passou, ficamos íntimos, conversamos muito, mas muito mesmo sobre absolutamente tudo. Literalmente tudo. A pandemia chegou e até hoje estamos de home office :p. O drama aqui é que eu resolvi me declarar para ela. Abri o jogo. Coloquei as cartas na mesa e joguei para ver o que iria dar. Como resposta tive um surpresa e um desagrado ao mesmo tempo. A surpresa foi em saber que ela se preocupa comigo tanto quanto eu me preocupo com ela, mas amigos... o sentimento que temos um do outro é bem diferente. Infelizmente! Ah e o drama aqui não vou entrar em muitos detalhes, mas a thread só não chega a ser pior do que a minha primeira história e a segunda. Talvez seja pior que a segunda. Envolve uma infância bem conturbada da parte dela, abusos do pai e até relacionamentos abusivos de ex. Mas como disse, não vou entrar em detalhes. Enfim, essa semana tive a noticia de que ela está com um cara ai e é isso, amigos. Mais uma vez quebrei-me em mais um monte de pedaços antes mesmo de saber o que é um relacionamento.
Agora assim, sabe o que é o pior de tudo? A sensação de baixa-autoestima que você acaba criando e acho que até uma certa ansiedade/nervosismo ou sei lá o que. Um sentimento quase como: qual é o meu problema? Será que eu não sou uma pessoa interessante? Estou fora do padrão do que costumam encontrar por ai? Enfim, neuroses que nem vale a pena perder tempo pra não cultivar bad trips. O tempo só vai passando e não há nada que eu possa fazer a respeito a não ser aceitar que as coisas são como são e pronto. E que simplesmente não sirvo para relacionamentos. Talvez isso me conforte de alguma forma.
submitted by kriskastro to desabafos [link] [comments]


2020.09.06 22:46 greenxuxa Dei bola fora com uma amiga

Tenho uma amiga que é bissexual, estava solteira até então mas hoje me manda uma foto dizendo "tô namorandoooo".
A foto consistia apenas em o braço de uma pessoa com a mão pousada sobre a perna de outra pessoa, que usava uma meia calça arrastão. Eu, palhaça que sou, depois de dar os parabéns e tudo mais, disse "nossa mas que braço peludão o dele ne k kk "
Bom, em seguida em soube que aquele braço era da minha amiga. Que estava namorando outra moça, a perna era da namorada e não dela.
(Sei que ela vai perdoar o vacilo, mas eu n sei onde enfiar a cara)
submitted by greenxuxa to desabafos [link] [comments]


2020.09.02 21:22 Isquilu_Dechu Você vai enfiar o dedo no c* ou acabou.

Say hi Luba, cats, editores maravilindos, papelões cujo a vida se foi, amável convidado e turma que acompanha a pior experiência que eu tive na época dos meus 15 anos.
Resumindo: Essa é minha experiência com um cara extremamente paranóico e controlador. Info: Na época eu tinha 15 e esse cara 22.
Bem, eu estava plena no Facebook, em um grupo de Otakus onde eu fazia alguns posts, em um desses aparece um cara comentando algo engraçado e começo a conversar com ele. Falou que se eu concordava com aquilo eu era pra casar e tal, tempo vai e vem, me apaixonei pelo bendito devido minha carência extrema, começamos a ter um rolo, tendo umas conversinhas, até que ele começa a pedir umas fotos diferenciadas, mesmo com receio mando. Ele começa a me elogiar bastante, admira meu corpo como se eu fosse uma deusa ou a garota mais bela que ele já viu na vida, minha auto-estima se elevou bastante já que sentia nojo e vergonha do meu corpo, comecei a ver que minhas roupas ficavam incríveis em mim e o mais importante, eu comecei a amar a mim mesma.
Só que um dia, ele simplismente termina tudo, porquê a ex dele havia entrado em estado de depressão e tentou cometer suicídio, falou que poderíamos ser amigos e eu aceitei, afinal, ainda estava apaixonada. Tempo vai e vêm, ele continua com a guria mas sempre vinha falava dos problemas entre eles pra mim, e de como a família dele odiava ela. Logo, ele voltou a jogar asa pra mim, falando o quão perfeita eu era e que alguém jamais poderia se comparar a mim, joguei logo na cara que nunca ia me envolver com ele por causa da guria, não faça pros outros o que não querem que façam com você, após isso, ele explodiu, falando que só estava com ela pra ela não se matar e que ele amava unicamente a mim.
Depois disso, nossa ligação se quebrou um pouco e eu já não tinha mais vontade de contatar ele. Dias depois ele surge, falando que ela o largou para voltar com um ex. Ele tava inconformado ouvindo música de corno e bebendo, até que ele solta:
"Agora a gente tá namorando, você é MINHA namorada agora" Eu comecei a rir da cara dele, afinal, ele estava bebendo, então só disse: " Tá bom kkkkk"
No outro dia ele sequer tocou no assunto, logo, tive certeza que era palhaçada. Numa conversa, minha amiga disse que tinha um guri, amigo do namorado dela, que tinha se interessado por mim. Eu SOLTEIRA, aceitei ela dar meu número pra ele e começamos a conversar, a conversa se resumia na gente jogando asa um pro outro e combinando de ir tomar sorvete qualquer dia. Até que o Benedito do meu "namorado" questiona o que estou fazendo, e mando um print da conversa pela nossa intimidade.
Ele surta, começa a me humilhar, falando que sabia que eu era uma v#dia como as outras, que só me importava com sexo. Eu fiquei chocada com a mudança repentina de caráter, senti medo, comecei a me desculpar, ele me manipulou a um ponto que fez com que eu mesma começasse a me chamar de v#dia entre as lágrimas. Então ele diz, que se eu obedecer uma ordem dele, ele me perdoaria e tudo continuaria como se nada tivesse acontecido. Concordo na hora até que leio a seguinte frase:
"Você vai ter que me enviar um vídeo se masturbando pelo ânus até sangrar, para eu ver o quão arrependida está"
Na mesma hora eu gelo, me questionando se essa pessoa era a mesma que tinha dado risadas comigo e me tratado com tanto carinho.
Na mesma hora eu nego e o bloqueio.
Após aquilo eu começo a repensar em toda a relação que vivemos até aquele ponto, e me dou conta.
Eu havia sido completamente manipulada.
É isso lubixco e turma, na época isso se tornou um trauma, mas hoje meu mental já é mais forte e não caio nisso com facilidade.
Não tenho nenhum print, já que me sentia extremamente mal de guardar aquilo em qualquer app.
Edit: Mesmo após o bloqueio ele me mandou mensagens pelo Messenger falando que a ex dele já tinha feito o mesmo alegando que era apenas um vídeo e que eu deveria enviar outra coisa, um vídeo tomando banho.
submitted by Isquilu_Dechu to TurmaFeira [link] [comments]


2020.09.02 05:54 arthur090200 Me sinto culpado por terminar o namoro de duas pessoas

Olá pessoas que estão a ler. Ano passado eu gostava de uma garota (vou me referir a ela como Yumi) , eu gostava tanto dela que quando ela passava do meu lado eu ficava nervoso, tremendo e sentia um leve frio na barriga, quando alguem falava o nome dela eu ficava muito vermelho. Uma outra garota contou para a Yumi que eu gostava dela, então marcamos um "encontro", lá nos se beijamos, logo em seguida a Yumi me olha com uma cara de culpada e fala que estava namorando. O namorado e ela terminaram o namoro, hoje me sinto culpado por isso. Sempre quis mandar mensagem para ela pedindo descupas, mas meus amigos falam que eu não deveria.
Se alguem puder me ajudar com conselhos, eu irei ficar muito agradecido
submitted by arthur090200 to desabafos [link] [comments]


2020.09.01 17:26 LuisF_GuimaresCruz Fui babaca por ter falado pra um garoto da minha escola que a “namorada” dele queria ter minar !?

Olá lubisco, possível convidado e editores. Minha história é a seguinte : Eu to tipo no 6º e o povo da minha turma e da outra acha que namorar é só dizer que tá namorando, mas não se beija, bom o famigerado c* doce. Essa garota ( da minha turma ) na quarentena começou a “namorar” esse garoto ( da outra turma ) hj na aula de ED ( Educação Física ) essa garota não estava fazendo os exercícios e estava fazendo dancinha do tik tok, não sei se tava gravando ou se só tava fazendo as dancinhas, ela depois disse que não mas fd-** e tbm até aí blz, só que na espera da aula de história eu e ela tivemos uma discussão ( que por sinal tinha um mlk provocando nós dois pra gnt brigar comigo não funcionou mas com ela evidentemente sim ) só que quando eu brigo com alguém eu faço pra humilhar, e humilhei. Bom depois dessa enorme introdução vamos a história, esse “namorado” veio me perguntar oq aconteceu, pq contaram pra ele que tínhamos discutido, mas não pq, e eu falei aí ele e eu começamos a discutir e no final soltei a bomba e dei bloq. Ele lógico foi falar com a “namorada” e ela foi tirar satisfação com minha melhor amiga ( que tbm é melhor amiga dela ) pq a única pessoa que sabia disso era a melhor amiga que quando veio aqui em casa me contou e agr to achando que estraguei a amizade delas é só por isso que to com peso na consciência pq sinceramente quero que os “namoradinhos” se fodam. E aí fui babaca !?
OBS : eu e os “namoradinhos” nunca fomos amigos e sempre tivemos brigas.
submitted by LuisF_GuimaresCruz to TurmaFeira [link] [comments]


2020.08.30 15:46 Luckman28 Decepcionado: Várias decepções com ela como namorada e agora mais uma com ela sendo Ex

Conheci uma mulher cerca de 4 anos atrás e no momento em que a conheci percebi que queria algo sério... Além de ser gentil, bem humorada e muito bonita, ela fazia eu me sentir bem e querer tê-la por perto, porém mal sabia eu que eu estaria entrando em um namoro onde eu seria a pessoa que sofreria de um relacionamento abusivo sem nem perceber que era abusivo e agora após me libertar disso, a pessoa continua a me decepcionar.
[Resumo (quem quiser ver as decepções é só pular o textão)] Ficamos juntos durante quase 3 anos, iniciando namoro 1 mês após termos nos conhecido (maio/2016 até dezembro/2019)... Na época que eu a conheci fiquei cego, deixando de lado relacionamentos com amigos de longa data, cortando laços com as pessoas que eu estava ficando e inclusive me afastando de minha própria familia... Tenho 28 anos, não me considero feio, sou formado, pós graduado, fluente em inglês, tenho carro sedam do ano, apartamento, sou músico com formação, acho que sou esteticamente bonito, trabalho em uma startup tendo um cargo de confiança e um salário bem acima da média... porém eu não ligo para nada disso, apesar de ser algo para me gabar, poucas pessoas sabem dessas coisas que alguns consideram qualidades, e não, não sou filho de papai, sou da periferia e batalhei muito para chegar onde estou, enfim.
Durante o início do namoro tudo eram rosas, até que as primeiras brigas e discussões começaram a acontecer e eu vi quem realmente ela era... Resumindo bastante o que rolou: já fui agredido, ela era extremamente ciumenta, tinha que vê-la todo dia da semana, recebia xingamentos, ela dizia coisas para me ferir de propósito, extremamente criticista, mentirosa e manipuladora... Eu praticamente virei um capacho dela. Ela não possui muitas condições financeiras e eu por ja ter conquistado uma certa estabilidade a ajudei e de diversas formas: de meia, eletrodomésticos, pagar faculdade e dar celular até viagens internacionais (sem cobrar 1 centavo dela), podem imaginar quaisquer outros mimos, dentro desses parâmetros... E não fiz para contar ao mundo, fiz porque a amava e queria que ela tivesse o maior conforto do planeta e ficasse feliz.
[decepções] Durante o namoro as decepções que acumularam giram em torno de ela ter mentido várias vezes, descobri através de um amigo que ela mantinha contato e enviava mensagens e fotos a ex namorados (um dos motivos que levaram ao término), descobri também que aparentemente só eu amava nesse relacionamento, que o motivo de ela estar comigo era puro interesse e porque para ela o namoro era cômodo.
Agora nessa pandemia ela voltou a ter contato comigo, me mandando mensagens constantes dizendo que queria voltar, aparentando ter mudado, pedindo desculpas e tudo mais, porém ontem eu descobri que ela está namorando há um bom tempo e mesmo assim ela tem agido com o atual dela da mesma forma que agiu durante o nosso namoro... Simplesmente perdi meu chão em saber que ela estando já com alguém ela tem me enviado mensagens querendo voltar, além de ter me pedido dinheiro emprestado (não emprestei), pedindo conselhos e me chamando para sair!!! O pior de tudo isso é que ela não me falou que está namorando com alguém ou seja estava querendo me usar, está usando outra pessoa e ninguém estava sabendo de nada!!!! (Agora eu estou, o cara lá eu não sei)
É triste saber que alguém dessa forma existe e mais triste ainda é por eu ter me envolvido com alguém assim.
submitted by Luckman28 to desabafos [link] [comments]


Garota beijando mulheres com pegada ( pegadinha ) - YouTube 7 Pessoas que Você Não Vai Acreditar que Existem - YouTube VANTAGENS DE NAMORAR UMA MULHER - YouTube MEU FILHO ESTÁ NAMORANDO - YouTube MEU PAI QUASE PEGOU EU E MEU NAMORADO NA CAMA ... - YouTube Pessoas que namoram outras pessoas mais velhas - YouTube NAMORANDO DUAS PESSOAS!? Eu tô namorando? {Tutorial}Como namorar no school girls Simulator♡ - YouTube Namora comigo e curte fotos de outras pessoas - YouTube

Como Namorar Uma Garota Que Tem Herpes (com Imagens)

  1. Garota beijando mulheres com pegada ( pegadinha ) - YouTube
  2. 7 Pessoas que Você Não Vai Acreditar que Existem - YouTube
  3. VANTAGENS DE NAMORAR UMA MULHER - YouTube
  4. MEU FILHO ESTÁ NAMORANDO - YouTube
  5. MEU PAI QUASE PEGOU EU E MEU NAMORADO NA CAMA ... - YouTube
  6. Pessoas que namoram outras pessoas mais velhas - YouTube
  7. NAMORANDO DUAS PESSOAS!?
  8. Eu tô namorando?
  9. {Tutorial}Como namorar no school girls Simulator♡ - YouTube
  10. Namora comigo e curte fotos de outras pessoas - YouTube

COMO CONQUISTAR UMA MULHER COM MÉTODO CONQUISTA FATAL, SAIBA MAIS: http://mon.net.br/5g0yy Meu canal principal :https://www.youtube.com/watch?v=RmOiEtuIqq8 M... NAMORANDO DUAS PESSOAS!? Dayane Karoline. Loading... Unsubscribe from Dayane Karoline? ... É possível amar duas pessoas ao mesmo tempo? - Flávio Gikovate - Duration: 7:10. agora meu filho deu pra namorar com uma garota de 13 anos kkkkk vÊ se eu posso com isso . espero que vocÊs curtam mais um episÓdio dessa serie : adotando uma... Oioi amadas e amados tudo bem como vcs? Recado Deixe seu like se inscreva no canal compartilhe o canal com outras pessoas que também gostam de avakin Nome : lua•fofa Nível : 26 Código de ... Neste video eu critico quem critica este tipo de relacionamento. Hoje contamos pra vocês quais são as vantagens que nós notamos por namorar uma mulher. O video é apenas entretenimento kk FACEBOOK PESSOAL DO MAIK : https://goo.gl/dLwxd7 FACEBOOK PESSOAL DO FELIPE : https://goo.gl/HgB71r GOSTARAM DO VÍDEO? DEIXA O LIKE! INSCREVAM-SE NO CANAL , ... 🎓 TREINAMENTO EMOCIONAL: https://go.hotmart.com/H8280115V 💕 Meu novo livro TEU AMOR-PRÓPRIO TE SALVOU: https://goo.gl/48gDqG 🎥 Gravação Privada: https ... SONG:I need you love~7 years~bad boy Like👍 And subscribe😙 Amaldiçoados ou apenas diferentes? Estamos tão acostumados a ser semelhantes às pessoas à nossa volta que ver ou conhecer alguém realmente diferente traz ime...